A moda de Minas Gerais é um negócio de orgulho para o País

O mercado no Estado é a cadeia mais produtiva do Brasil

0
58

O segmento de confecções de Minas Gerais é um fenômeno positivo que se reflete na economia do país já há alguns anos. Dentro do próprio estado, o setor é responsável pelo crescimento da indústria e da sociedade mineira, além de ser a protagonista do Minas Trend, hoje considerado o principal salão de negócios de moda da cadeia produtiva no país.

Para o Sindicato das Indústrias do Vestuário no Estado de Minas Gerais (Sindivest-MG), se o segmento de confecções vai bem, a indústria e a sociedade mineira também só prosperam, sendo um segmento que gera muitos empregos e oportunidades ligadas ao mercado de moda.

Dentro do conceito moda é preciso entender que existem várias vertentes, ligadas direta e indiretamente a esse grande movimento social. A moda é, sim,  um grande business e está em constante mudanças com suas tendências que aparecem a cada período, proporcionando uma cadeia de desenvolvimento econômico em diversos setores ligados à ela.

Isso quer dizer que por trás daquela roupa descolada, daqueles sapatos super modernos, daqueles óculos charmosos e acessórios deslumbrantes que chegam às mãos de cada consumidor, existe um mercado poderoso e muito bem gerenciado. Um setor que cria oportunidades de trabalho e riquezas, não apenas em Minas, como também em diversas empresas de várias outras partes do país que tenham algum tipo de ligação com o setor.

Entenda como a moda movimenta a economia e gera empregos

A moda é um dos segmentos mais desafiadores e, ao mesmo tempo, mais fortalecidos do país. Mesmo com o atual cenário político e econômico, o setor está passando por todos esses acontecimentos praticamente blindado. E muitos empresários,  tendo conhecimento dessa força de negócio, estão investindo nele. Esse grande boom da moda faz girar a economia do país, promovendo a abertura de novas empresas e, consequentemente, novas vagas de trabalho.

Nessa tendência de consumo e comportamento, ou melhor, a moda, o setor de vestuário é o mais poderoso. São milhares de profissionais trabalhando diariamente, entre costureiras, estilistas, modelistas e muitos outros que atuam incansavelmente para roupa mostrar a sua força  e conquistar vitrines não apenas dentro do próprio país, mas também no mundo.

Segundo o Sindicato das Indústria dos Vestuários de Minas Gerais (Sindivest – MG), somente dentro do estado são mais de 6 mil empresas do ramo que empregam cerca de 180 mil pessoas. Isso se converte em faturamento, que somente nos últimos dois anos, arrecadou mais de R$ 5 bilhões.

Informações do Sebrae de Minas Gerais confirmam, os dois setores juntos – indústria têxtil e confecção – devem alcançar a marca de R$ 135 bilhões até o fim do ano. As previsões também servem para as exportações que devem aumentar 5% em relação a 2016 e  contribuir para a geração de 10 mil novos postos de trabalho. Para quem pretende se tornar um empreendedor, o segmento da moda pode ser uma grande oportunidade de abrir um novo negócio.

Fonte: blog.shopintimamente.com.br

Deixe seu comentário