Casamentos com noivos de religiões diferentes

0
160
Casamentos com noivos de religiões diferentes

Casamentos são a união de duas pessoas que se amam. E juntos decidem unir suas vidas e construir uma família. Fica muito explícito que só o amor é capaz de celebrar esse tipo de união, porque apenas com amor é possível superar as diferenças e, com respeito mútuo, vencer as dificuldades de uma vida a dois.

Em nossa sociedade o casamento é um símbolo de união e amor entre duas pessoas envolto por um conjunto de intenções, emoções, desejos e fantasias. As pessoas se casam por várias razões, e, normalmente, porque reconhecem entre si uma harmonia e querem construir um futuro juntos.

O casamento envolve escolhas e decisões e é nesse momento que vemos que o amor não tem religião, cultura, cor ou classe social. Porém entre esses fatores citados, hoje, para quando os noivos são de religiões diferentes, já há uma solução bem mais cômoda e elegante. E, atualmente, é muito mais comum casais que se apaixonam e na hora de unir esses sentimentos se deparam com a questão do local onde fazer a cerimônia, por cada um seguir uma crença ou uma ideologia.

Entres as opções estão:

Cerimônia ecumênica: além de ser muito bonita é um tipo de celebração que acontece sem a presença de uma figura religiosa, sendo realizada por um juiz de paz ou celebrante. E se o casal optar em fazer a cerimônia com um celebrante, hoje existem alguns rituais lindos que podem ser acrescentados nessa união.
Cerimonia das areias: é linda e emocionante, na qual cada padrinho faz seu desejo aos noivos.
Cerimonia das velas ou luz: simboliza a união de duas famílias
Cerimonia da Arvore: os noivos vão plantam juntos uma muda que representa o amor deles e cada um terá que cuidar do seu amor da mesma forma.

 

Cerimonia Mista: conta com a participação dos representantes das religiões dos dois noivos, como padre, pastor etc. Cada um fica responsável por atender e suprir sua fé e sua crença no ritual de casamento.

É essencial compartilhar as ideias para o casamento com os familiares e ouvir em quais cenários eles se sentirão confortáveis. Este é um ponto que deve ser muito discutido entre os noivos para que ninguém se sinta excluído ou descontente com a escolha.

Mas lembrando sempre que o amor é a base, o respeito e o adubo que mantém o amor vivo.

Compartilhar
Artigo anteriorCirurgia plástica: o que levar em consideração?
Próximo artigoDo Alto Douro à alta literatura: viagem em um Portugal maravilhoso
Formada planejamento e administração de cerimonial e protocolo de eventos sociais e corporativos. É apaixonada por sua profissão e com grande experiência no mercado de eventos. Sua principal missão é ajudar casais a realizarem o grande sonho, além de contribuir para que as empresas a terem uma satisfação plena em seus eventos.

Deixe seu comentário