Depressão pós-parto e vida do casal

0
31
Sintomas da depressão pós-parto

Os principais sintomas da depressão pós-parto são a sensação de apatia, cansaço, indisposição, tristeza mais prolonga e profunda, irritabilidade, choro fácil, ansiedade em excesso, inapetência ou aumento da vontade de comer, perda da vontade de viver, não se ver vinculada ao bebê, culpabilizar demasiadamente a si, ou até mesmo o bebê

Estes sintomas acontecem principalmente por alterações hormonais, por históricos de depressão prévia ou familiar, sobrecarga e estresse no período da gestação.

E, contudo, esta é uma situação extremamente desafiadora para a mulher, já que ela está passando por um momento de muitas mudanças com a chegada do bebê. Neste contexto estão o medo de não dar conta da responsabilidade, a aflição do novo, as noites mal dormidas, o choro muitas vezes constantes e irritantes, a grande incógnita do que fazer. Além disso, a atenção é passa a ser maior para o bebê do que para a própria mulher. Somado à isso temos a dinâmica do casal que muda e a incerteza do retorno ao trabalho.

A importância da família

E, nestas horas, é crucial o apoio da família. Auxiliar a mais nova mamãe é importantíssimo para tirá-la deste quadro preocupante. E como a família pode ajudar? É simples! Basta olhar para esta mãe sem cobranças, nem comparações; buscar ajuda especializada, marcar presença e ajudá-la no cuidado com o bebê e, principalmente, incentivá-la a cuidar de si.

Tudo isso pode evitar que a mais nova mamãe faça tratamentos com medicamentos, que podem até interromper a amamentação, apesar de hoje existirem opções de medicamentos que permitem a amamentação. Mas em todos os casos, se para garantir a sobrevida da mãe e da criança, for necessário um tratamento à base de medicação, mesmo sem o leite materno, será fundamental um olhar mais materno e embalar esta criança será fundamental para manter este vínculo sem presença de ameaça.

 

 

 

Compartilhar
Artigo anteriorComo vencer o cansaço e aumentar a libido
Próximo artigoEmpoderamento feminino
Sexóloga, psicanalista, palestrante, Master Coach, fisioterapeuta, educadora sexual (Kaplan), terapeuta sexual (USP), e sexóloga da Rádio Globo.

Deixe seu comentário