Twitter atinge metas globais de representatividade de mulheres na empresa em 2017

0
27

Elas já são mais de 53% em funções não técnicas; meta para o fim do próximo ano é que elas representem 43% da força de trabalho total

O Twitter superou suas metas globais de diversidade relacionadas à inclusão de mulheres em 2017. Atualmente, mais da metade dos funcionários não técnicos da empresa no mundo e mais de um terço dos líderes são mulheres.

De acordo com o Relatório de Diversidade do Twitter referente a 2017, divulgado hoje (2), as mulheres encerraram o ano passado representando 38,4% da força de trabalho do Twitter no mundo, um aumento de 1,4 ponto percentual em relação a 2016 – e acima da meta de 38% para 2017. Nos cargos de liderança (de diretores para cima), a evolução foi ainda mais significativa: a proporção de mulheres passou de 30% em 2016 para 32,5% no ano passado – diante de uma meta de 31% -, segundo dados globais. Nas funções técnicas, as mulheres também ganharam espaço em 2017, e hoje representam 17,3% do total desses profissionais no Twitter, contra 15% em 2016 e acima da meta de 17% para o ano passado. Já nas funções não técnicas, elas já são 53,7% do total.

Olhando para a frente, a meta é que o Twitter encerre o ano de 2019 com mulheres representando 43% da força de trabalho total da empresa em todo o mundo. Até lá, o Twitter continuará a divulgar o seu progresso regularmente, na medida em que trabalha para alcançar seus objetivos nos próximos dois anos. Para mais detalhes sobre as iniciativas da empresa relacionadas a diversidade, acesse o blog do Twitter.

Deixe seu comentário