Evento: Prevenção ao desaparecimentos das crianças

0
19

José Pedro Cornélio, presidente do Instituto Apoio Brasil, organizou no dia 25 de novembro, na Assembleia Legislativa em São Paulo, uma homenagem com honra ao mérito para mais de trinta pessoas que no cumprimento do seu exercício, envolveram-se  principalmente na área da saúde e em prol da vida justa ao ser humano.

A  principal atração foi o empossamento como embaixadora do IAB da Dra. Naíle de Brito Mamede, advogada, que na tenra idade sofreu abuso e contracenou o desaparecimento de um ente querido na mesma ação.  Seu discurso chamou a atenção dos presentes, ao contar sua experiência cheia de emoção fluida de dentro e luta, que lhe engasgou a garganta.

O Instituto Apoio Brasil, como faz juz ao nome, apoia causas de crianças desaparecidas pelo Brasil e exterior. Levando à frente o caso da mãe Vera Lúcia Ranu, presidente das  “Mães em luta”  e da  Marina, a mãe que perdeu seu filho aos nove anos (há quarenta anosa trás) e o único sentimento que ela não perdeu é a esperança de encontrá-lo.

Da direita para esquerda: Prof.Dr. willian Abrão, a Dra. Naile Brito Mamede, o Dep. Estadual Márcio Camargo, o Dr . César Augusto Simões e o Prof. de Medicina Lucca Guastinide, de Gênova.

O encontro na Assembléia Legislativa de São Paulo, auditório Dom Pedro I, iniciou-se com o Hino Nacional e logo em seguida com um vídeo didático que testa a habilidade dos maus intencionados frente à  ingenuidade das crianças que acabam por deixar o local onde estão, seduzidas por brinquedos ou qualquer outro artificio, sendo assim levadas para todo o sempre.

Na sequência do evento, os diplomas de honra para pessoas da área de comunicação, alimentação, saúde e empresarial que se dedicam a apoiar causas como as abraçadas pelo Instituto, foram entregues em mãos: Dr. Abraão Saad, médico, o Exmo. Deputado Estadual Márcio Camargo e Dra. Naile de Brito Mamede.

A ONG por um toque 100 preconceito, através de Wilson Barbosa, esteve presente para lembrar a todos o quão importante é fazer a prevenção do câncer. Antonio Carlos Oliveira da segurança alimentar que defende a ideia de se produzir lavouras sem veneno e Nicah Gomes, diretora de Projetos Luso-brasileiros , também se pronunciou recitando Cora Coralina, representando a Poesia durante o evento que envolveu várias ONGs e instituições que tem como premissa a saúde e apoio do bem estar do ser humano.

 

 

Deixe seu comentário