O Universo Pulsa

0
27

Ivanna Fabiani – O Universo Pulsa – Editora Verve / Grupo 5W – 279 Páginas – Lançamento: 2017

 

O romance de estreia da jornalista e publicitária Ivanna Fabiani nos ajuda a entender melhor o Transtorno do Espectro Autista ou simplesmente autismo, como é mais conhecido, uma anomalia neurológica que sempre esteve envolvida em preconceito. Na verdade, apresenta uma característica muito peculiar que, em detrimento da capacidade de relacionamento social, aumenta o poder de concentração, fazendo com que os autistas de alta performance sejam mais focados e desempenhem as suas tarefas profissionais com brilhantismo, como podemos constatar por meio de alguns expoentes em áreas de atuação tão distintas como: Mozart, Einstein, Bill Gates e Messi, para citar alguns exemplos mais conhecidos. A autora utilizou a sua experiência pessoal neste campo, transformando o filho Thomas, portador da Síndrome de Asperger, um tipo de autismo, em um dos protagonistas.

Em O Universo Pulsa, Olívia retorna para os EUA depois de muitos anos de afastamento, juntamente com o marido brasileiro Jonas e o filho Thomas de quinze anos, diagnosticado com grau quatro, mais alto na Síndrome de Asperger. Morando em um rancho no interior da California eles tentam desvendar um enigma deixado pelo pai de Olívia, cientista russo-americano já falecido que trabalhou no passado para o governo norte-americano e uma sociedade científica secreta. A solução do misterioso bilhete deixado por ele: “O Cavalo CorrE às 6… O Universo Pulsa” poderá explicar os motivos da separação da família há mais de vinte anos, assim como resgatar o projeto secreto em que ele trabalhava, mas também colocará toda a família em grande risco.

A descoberta da chave do enigma envolverá uma série de habilidades paranormais da sensitiva Olívia e a vocação científica do filho, provando que espiritualidade e ciência não são elementos tão incompatíveis como poderíamos imaginar. Para demonstrar esta tese, Ivanna Fabiani aplica na sua ficção alguns conceitos de física quântica, medicina tibetana, energia psicotrônica, alterações morfológicas induzidas e controle das variáveis de tempo-espaço para chegar à seguinte conclusão: “Dizem que a ciência não tem respostas para algumas questões que incidem na partícula divina e que a espiritualidade avançada tem. Na verdade, o que vejo como resposta a tudo isso é que a linha é muito tênue entre os dois, e algum filósofo teve a ideia de separar a religião, a crença e a fé, da ciência, afastando-nos da nossa própria essência. Temos apenas uma missão: a de unificá-los, e nessa união tudo pode acontecer.”

A autora tem experiência e vocação de roteirista, fazendo a narrativa avançar sempre em velocidade cinematográfica e provando que não há limites quando se trabalha com a ideia de que ciência e espiritualidade podem estar do mesmo lado, até mesmo a “reengenharia corporal”, um processo que restaura as condições físicas e energéticas do corpo anteriores aos desequilíbrios apresentados, utilizando as “células do passado” que trafegam no próprio indivíduo. Uma teoria desafiadora que pode significar um método alternativo para a cura de muitas doenças. Impossível? Não existe esta palavra no dicionário de Ivanna Fabiani, afinal, neste misteriosos universo que pulsa: “tudo pode ser ou não ser no mundo das possibilidades e das alternativas”.

Sobre a autora: Ivanna Fabiani é escritora, jornalista e publicitária. Nasceu em San Juan, Argentina, em 20 de maio de 1968. Viveu na Inglaterra e na Suécia durante a infância. Veio com sua família para o Brasil aos nove anos, e desde então encantou-se pela língua portuguesa. Dedicou-se a maior parte do tempo a ler obras de escritores do mundo inteiro como Julio Verne, Charles Dickens, Gabriel Garcia Márquez, Júlio Cortázar e Jorge Luis Borges, em português, para conseguir se aprofundar ainda mais na língua. Porém foram os escritores brasileiros, principalmente José Lins do Rego, Carlos Drummond de Andrade, Clarice Lispector, Monteiro Lobato e Jorge Amado, que a inspiraram a desenvolver seus primeiros textos, que desde o ensino fundamental chamavam a atenção por sua eloquência, já que se tratava de uma estrangeira a “empunhar a pluma”. A curiosidade, os projetos de pesquisa do campo científico experimental, a vida diária e o constante impulso criativo, encontraram a necessidade de produzir manuscritos em distintos gêneros literários, dando nesse instante voz ao livro O Universo Pulsa.

 

Deixe seu comentário