A entrevista de emprego para o gestor

0
31

Todos nós sabemos que há um preparo para a entrevista de emprego. Para a área de recursos humanos trata-se de mais um dia de rotina, de mais um candidato para a nova vaga requisitada. Mas, não é tão simples assim. Quando há um profissional que trabalhe com ética e responsabilidade, ele sabe que não se trata de apenas mais uma entrevista ou somente de mais alguém que passa pela da seleção. Há um reconhecimento de que ali está uma pessoa, que disponibiliza de seu tempo e deposita todas as expectativas, sonhos e esperanças naquele momento. Em tempos de crise ou não, quando há um candidato, só há uma certeza: o quanto aquela aprovação pra ele é importante.

Vivemos em uma cultura onde o desempregado deve ter “boa aparência” e o seu modo de vestir-se acabará por ser julgado. As roupas do entrevistado deverão estar compatíveis com o perfil da empresa e o setor em que pretende atuar. Ironicamente, quem está fora do mercado de trabalho nem sempre poderá investir em tais recursos e os seus conhecimentos talvez nunca sejam testados. O responsável pelo candidato deverá ter abertura para conhecer quem serão esses diferentes seres humanos, que lhes apresentarão competências e experiências diversas no mundo amplo dos negócios.

O processo

A análise de currículos é uma etapa árdua e que requer paciência e atenção. Centenas deles chegam ao setor responsável, é muito fácil distrair-se e descartar algum possível talento. A seleção é a base do negócio. A escolha da pessoa certa, com o perfil adequado é que permitirá que toda a estrutura funcione da forma planejada. É a partir desse momento, que os currículos de maior destaque e que causarem as melhores impressões serão contatados. Vencida essa primeira etapa, as entrevistas serão agendadas para que se possa conhecer cada um desses interessados a ingressar na organização.

Conheça o seu candidato

O gestor responsável pela nova contratação deve estudar previamente o currículo do candidato e a partir daí elaborar uma abordagem para a sua entrevista. Esse é um momento em que o entrevistador deve exercitar a sua capacidade de empatia e estar livre de quaisquer tipos de julgamentos ou preconceitos com quem fará o contato. O objetivo é o de coletar dados importantes e o de esclarecer dúvidas possíveis.

A entrevista é uma importante ferramenta utilizada para a seleção de candidatos. De baixo custo, é a técnica mais utilizada e essencial para esclarecer pontos como aspirações pessoais e profissionais, organização de ideias, facilidade de expressão e de linguagem, autoconfiança, experiências anteriores e na investigação de algumas competências. Mas, a entrevista não deve funcionar apenas como único instrumento de investigação do perfil de candidato, pois não é o melhor recurso para avaliar aptidões e personalidades.

O entrevistador

Existem treinamentos necessários para que seja realizada uma boa entrevista de emprego e o gestor faça a escolha do futuro colaborador da forma que traga os resultados esperados. Mas, o mais importante é a consciência dos seus atos e estratégias. Deve-se sempre ser um ótimo acolhedor, para que o candidato possa de fato acalmar-se e poder apresentar-se da melhor forma possível.

O planejamento certo é o que trará a clareza e a definição de todo o processo seletivo. A entrevista poderá ser realizada de maneira livre, como se fosse um bate papo ou a partir de um roteiro de perguntas. Dependerá do profissional responsável e do perfil da empresa. A meta sempre será a mesma, selecionar o perfil ideal para a vaga requisitada.

Quando a seleção é realizada tecnicamente da forma correta a tendência é a de que a organização tenha um desenvolvimento positivo, evitando consequências negativas no futuro.  Quanto ao candidato o planejamento para a sua apresentação profissional é fundamental para que favoreça a ser o escolhido.

 

 

 

 

Deixe seu comentário