Cinco destinos que são eco-friendly, ou seja, eco-amigável

Viagens diferentes, e em meio ao meio ambiente, podem ser um atrativo a mais para quem procura um pouco mais de paz e sossego

0
42
Cinco destinos que são eco-friendly

Eco-friendly, se traduzirmos ao pé da letra, significa eco-amigável. E, mais do que isso, ser eco-friendly é ter responsabilidade socioambiental e um comprometimento com os meios que nos cercam. E, hoje, existem muitos destinos com esta definição enraizada.

Esta abordagem ainda é pouco difundida e conhecida mas, ainda devagar, as pessoas vêm se familiarizando com o termo por estarem cada dia mais conscientes sobre o cuidado que devemos ter para um planeta melhor no futuro.

E, com esta ideia, mostramos cinco opções de cruzeiros que são eco-friendly e podem proporcionar maior interação com o nosso meio e ajudar a fazer você compreender melhor este conceito.

Os destinos escolhidos possuem muita beleza natural e estão repletos de excursões ecológicas desenvolvidas para conhecimento e conscientização da importância dos ecossistemas.

Skagway, Alaska
Skagway, AlaskaNão há lugar melhor para apreciar as montanhas do Alasca e sua ampla vida selvagem do que em Skagway, onde você pode caminhar pela Tongass Rainforest ou praticar rafting pela Chilkat Preserve, que abriga a maior concentração mundial de águias carecas  e  onde  também  se  pode  ver  muitos  outros  pássaros,  peixes  e  ovelhas.   Além  de  viajar  a  pé,  você pode se aventurar em botes ou pequenos barcos interagindo com a natureza e os animais típicos da região. Passeios como esses apoiam os parques da Last Frontier, que atuam para garantir a convivência em harmonia dos habitantes locais com ursos, águias e alces.
Falmouth,  Jamaica 
Falmouth, JamaicaA Jamaica está cheia de lindas praias e florestas exuberantes. Se você fizer um passeio pelo rio Martha Brae em uma jangada de bambu, poderá sentar-se e relaxar cercado pela vegetação distinta e a vida selvagem local, como o pássaro cauda de corrente vermelha, o mais comum do país.  Você também tem a chance de ajudar a proteger a flora nativa da região ao fazer uma refeição na “Stush in the Bush”, uma fazenda sustentável e orgânica, que mantém seu trabalho com este serviço. Em Montego Bay é possível se juntar à experiência voluntária de fazer parte de  uma  cerimônia  de  plantação,  onde  os  vegetais  plantados  são  doados  para  a  alimentação  de  moradores  vizinhos.
Kings Wharf, Bermuda
Kings Wharf, BermudaA ilha atlântica das Bermudas tem um estilo arquitetônico único, espalhado pelas colinas verdes. Os telhados brancos e os terraços das casas da área não só dispersam o calor  do  sol,  mas  também  recolhem  a água da chuva.
As pequenas motos scooters são onipresentes aqui e são melhores para o meio ambiente do que os carros (assim como ideais para o deslocamento nas estreitas ruas locais), mas as embarcações à vela são as melhores opções de transporte com baixas emissões quando você está na cidade.
Você pode embarcar em um catamarã e navegar por águas cristalinas para mergulhar em um coral colorido ou executar o programa de certificação de mergulho autônomo pela PADI (Professional Association of Diving Instructors), oferecido no mar somente pela armadora Royal Caribbean. 

Bonaire

BonaireEste município holandês fica no sul do Caribe e sua importância ambiental é inegável: está cercado pelo Parque Marinho Nacional de Bonaire, que protege extensos recifes costeiros nas proximidades. Você pode vê-los, e a vida marinha que eles apoiam, enquanto anda de barco com fundo de vidro.

Bonaire também é o lar de Pekelmeer (Pink  Lake),  o  viveiro  mais  importante  do  Caribe para  flamingos.  Visite as  planícies  de  sal  para  vê-los;  as  piscinas  naturais  formadas  na  maré  baixa  repletas  de  camarões atraem  bandos  de  flamingos  e  dão  a  eles  a  famosa  coloração  rosa.

Roatán, Honduras 

Roatán, HondurasRoatán é notável por sua proteção ambiental à flora e fauna nativas. O Parque de Preservação de Gumbalimba no oeste da ilha é uma pequena  floresta  cheia  de  animais  exóticos.   Seu santuário de  pássaros  conta  com  araras  e  papagaios  azuis  e  amarelos  brilhantes, enquanto o refúgio de macacos é cheio de capuchinhos de rosto branco, bem como cavernas gravadas com murais antigos. O Parque Marítimo de Roatán protege o recife de barreira da Mesoamérica, o maior do hemisfério ocidental.  Esses incríveis recifes estão abertos para mergulho e snorkeling, mas você também pode fazer um passeio de BOSS (Breathing Observation Submersible Scooter), espécie de moto subaquática com sistema de respiração autônomo, debaixo d’água para vê-los.

Assista, abaixo, um vídeo que mostra um pouco mais sobre cada destino!

Todos os destinos são oferecidos pela Royal Caribbean International, companhia mundial de cruzeiros, que possui um compromisso global com a sustentabilidade e abrange muitas áreas, desde controle de emissões de carbono, reciclagem de resíduos, reaproveitamento de água, uso de luzes LED a bordo, entre outras iniciativas, além de um consistente plano de ação de conservação, o programa Save the Waves.

Compartilhar
Artigo anteriorA importância do ultrassom além do sexo do bebê
Próximo artigoChef dá dicas para de alimentação para celíacos
Diretor Editorial e de Redação da Revista Nova Família. Jornalista e assessor de imprensa, desde 2001, conta com grande experiência como repórter, em jornais impressos e emissora de TV, como editor de revista, e webwriter. Além disso, é especialista em assessoria de imprensa e comunicação corporativa, incluindo mídias sociais, marketing digital e otimização de sites (SEO)

Deixe seu comentário