Ivoti e sua arquitetura em enxaimel e recantos floridos

0
80
Ivoti

Ivoti é uma cidade do interior do estado do Rio Grande do Sul, cerca de 50 quilômetros distante da capital, que foi criada a partir de um núcleo de imigrantes alemães e, posteriormente, por uma colônia japonesa.

Conserva as tradições, onde se vive com qualidade em meio às belezas criadas pela natureza, a força e perseverança de uma comunidade alegre e festeira.

Se você está pronto para curtir um final de semana romântico, em um lugarzinho muito aconchegante e especial, a dica da vez é: conheça Ivoti! O clima da Serra Gaúcha garante, ainda, maior charme à cidadezinha interiorana.

As paisagens

Um traço característico, que não podemos deixar passar quando falamos de Ivoti, são as belas paisagens formadas por uma infinita variedade de flores de diferentes tipos e cores, que torna-a conhecida, também, como Cidade das Flores.

Sua arquitetura tem forte influência da colonização alemã e é composta por construções legítimas enxaimel, representadas por edificações com estrutura aparente de madeira, fixadas por encaixes e pregos de pau (tarugos).

As vedações eram feitas em barro amassado, atirado com a mão na parede, ou alvenaria (pedra ou tijolos). O telhado era, geralmente, feito com pequenas tábuas arredondadas nas pontas.

Culinária e passatempo

O município, que foi emancipado em 1960, quando passou a receber também imigrantes de descendência japonesa, possui, aproximadamente, 20 mil habitantes e é nela que está a maior colônia japonesa do País.

Regada a chope, linguiça, cuca, rosca, nata e muito mel, Ivoti conta com uma irresistível culinária típica do interior.

Entre seus belos pontos turísticos estão o pórtico da entrada da cidade, a ponte do Imperador, o núcleo de casas Enxaimel da Feitoria Nova, a antiga Igreja Matriz de São Pedro, a Colônia Japonesa e suas várias e belas praças.

Apesar de ser pequena, conta com muitas atividades que atraem turistas, como feiras e festas que acontecem em diferentes períodos e marcam as estações do ano e a própria cidade.

Pontos turísticos

O caminho que leva para a Cascata São Miguel, na divisa com o município de Dois Irmãos, é repleto de ar puro e vegetação nativa. A queda d’água possui aproximadamente 50 metros e, em sua base, localiza-se a primeira hidrelétrica do estado, construída em 1912.

A cidade, por seus encantos e beleza, é ponto de encontro de fotógrafos e cinegrafistas para realização de ensaios fotográficos de gestantes, noivas e debutantes.

A Ponte do Imperador foi construída em 1855 e recebeu esse nome em homenagem a D. Pedro II, que destinou 30 contos de réis para essa obra, embora somente tenham sido gastos 14 contos e 317 réis (a sobra foi devolvida ao presidente da província). A ponte, construída em estilo romano, possui três arcos por onde passam as águas do Arroio Feitoria. Atualmente é patrimônio histórico nacional, tombada pelo IPHAN.

A Feira do Colono reúne produtos coloniais, artesanato, produtos agroecológicos e flores no Núcleo de Casas Enxaimel da Feitoria Nova, no segundo domingo de cada mês. É uma oportunidade de adquirir produtos de qualidade e com bons preços, diretos do produtor. A feira tem a parceria de entidades locais.

A Praça Concórdia, primeira Praça de Ivoti, foi construída em 1959, pelo então prefeito de São Leopoldo. Totalmente reformulada em 2004, a Praça Concórdia localiza-se na Av. Presidente Lucena, em frente à Sociedade de Canto Concórdia. Possui amplo espaço arborizado, praça para recreação infantil e chafariz, constituindo assim um espaço de integração para a comunidade e visitantes.

Ao visitar Ivoti, tenha certeza que a receptividade do povo interiorano é garantida. Agora, está mais que comprovado que Ivoti é um lugarzinho imperdível de conhecer. Então, se você é do tipo aventureiro, romântico, sonhador, historiador, não deixe de visitar Ivoti.

Para maiores informações assesse o www.ivoti.rs.gov.br.

Deixe seu comentário