10 dicas para conseguir um emprego depois dos 40 anos

Entrevista de emprego

Preconceito é um dos entraves à recolocação profissional; é preciso se atualizar e usar a criatividade

A taxa de desemprego no Brasil chegou a 12,4% entre dezembro e fevereiro, de acordo com dados do IBGE divulgados na última sexta-feira, 29. Isso representa um aumento de 11,6% em comparação com o trimestre anterior. Hoje, os desempregados somam quase 15 milhões.

Desse contingente, quem mais sofre são os profissionais com mais de 40 anos. Há, é claro, casos de superqualificação, que podem atrapalhar uma recolocação em posição inferior à capacidade do profissional, mas no geral é o preconceito que fala mais alto.

Essa mentalidade discriminatória vai na contra-mão do progresso, uma vez que a tendência é um “envelhecimento” progressivo dos ambientes de trabalho, provavelmente com até três gerações convivendo no mesmo espaço.

Algumas empresas já perceberam que, quanto maior a diversidade do seu quadro de funcionários, melhores os resultados em produtividade.

Mas é preciso que o profissional esteja aberto a novas possibilidades e disposto a romper barreiras. Interagir com jovens, se atualizar sobre novas tecnologias e usar as redes sociais a seu favor são algumas das exigências dos novos tempos.

LEIA MAIS: Abertura de CNPJ cresce como alternativa ao desemprego
Quer investir em um negócio em 2019? Confira um guia para não correr riscos

Aqui, o especialista Alberto Roitman, sócio e diretor de criatividade da Nexialistas, empresa especializada em treinamento e gestão, dá dez dicas fundamentais para conseguir um emprego depois dos 40:

1. Exalte a sua experiência, que é um diferencial. Vale participações em projetos, condução e gestão de equipes e outros aspectos positivos.

2. Use o tempo a seu favor, ou seja, mostre para o recrutador que, ao lhe contratar, a empresa estará adquirindo anos de experiência sem a necessidade de treinamentos.

3. Destaque sua vontade de crescer mesmo não estando no início de carreira, deixando clara a intenção a longo prazo.

4. Não hesite em transparecer energia e ambição.

5. Estude os valores da empresa e ressalte sua identificação com eles. Fará uma grande diferença.

6. Cuidado com as pegadinhas! Caso lhe perguntem “o que acha de ter um chefe mais novo do que você?”. Responda com tranquilidade que a idade é menos importante que experiência e que para você o respeito e a diversidade estão acima de tudo.

7. Mostre confiança e, se houver, liste outras atividades extracurriculares adquiridas ao longo do tempo com a experiência, como voluntariado.

8.  Lembre-se de não exagerar no currículo com colocações muito extensas. Ele deve ser objetivo e mostrar um posicionamento profissional claro.

9. É muito importante mostrar que está atualizado. Evite trazer à tona o uso de ferramentas que não são mais utilizadas, mesmo que você as domine.

10. Use a maturidade a seu favor para aspectos comportamentais, mostrando que pode contribuir na tomada de decisões da empresa e na resolução de problemas.