7 coisas que você precisa saber sobre primeiros encontros

date-2276564_1280

Tudo bem enviar a mensagem primeiro, por exemplo

A terapia de casal deixou de ser tabu já faz um tempo – o que antes era visto como uma última tentativa de salvar um relacionamento em crise, hoje é vista como uma “ferramenta” (ou mais uma forma) de aconselhamento profissional sobre o assunto. Muita gente busca dicas e conselhos: estejam elas em um casamento duradouro ou em um namoro mais sério com aquela pessoa especial.

O que ninguém faz é buscar um terapeuta de casal logo nos primeiros estágios do relacionamento e/ou depois do primeiro date. Você sabe do que estamos falando: aqueles primeiros dias e semanas que ainda não sabemos direito o que aquilo vai se tornar, afinal, ninguém vai arrastar aquele cara ou garota com quem você jantou semana passada para uma sessão de terapia de casal, não é mesmo? (Um conselho: nunca faça isso!). Por isso separamos 7 dicas que podem te ajudar nesse momento.

Aqui está tudo o que você precisa saber sobre estas primeiras dúvidas e questionamentos que surgem nos primeiros encontros de acordo com a terapeuta de casais Shira Myrow.

1. Quando ele ou ela não enviar uma mensagem de texto após o primeiro encontro dizendo que se divertiu….

Em um mundo ideal deveríamos todos receber aquela mensagem dizendo que “adorei nosso tempo junto, ansioso para o próximo date” após chegar em casa depois de um ótimo primeiro ou segundo encontro. Mas o que significa se ele/ela não mandar nada?

“No mundo digital em que vivemos hoje nossas expectativas de comunicação instantânea são altíssimas. Quase todo mundo tem um smartphone e está online 24 horas por dia… Mas também precisamos lembrar que não existem regras ou etiquetas para o amor” explica Shira Myrow.

Sabe o que fazer então? Envie a mensagem que você gostaria de receber. “Se a outra pessoa não te responder até o dia seguinte e/ou não demonstrar a mesma animação e sentimento, daí você pode assumir que não houve interesse. Mas é melhor saber disso o quanto antes para não se decepcionar tanto” diz a terapeuta.

2. Quando a pessoa demorar um pouco demais para responder suas mensagens…

Você acabou de mandar aquela mensagem falando sobre algo que aconteceu no seu dia, convidando para um jantar ou uma foto de um momento engraçado e ele/ela não responde tão rápido quanto você gostaria. Sugestão da Myrow? Não tire conclusões precipitadas.

“A pessoa pode estar em uma reunião do trabalho, dirigindo ou apenas longe do seu celular. Há aquelas também que não curtem a ideia do imediatismo nas respostas. Mantenha a calma e – se isto estiver te incomodando muito – nada melhor que a sinceridade e um bom papo” diz ela.

3. Quando não rola o primeiro beijo depois do date…

Existe algum sinal melhor de que há interesse entre as duas pessoas do que um beijo? Provavelmente não, mas Myrow lembra que se isso não acontecer imediatamente não significa necessariamente que a outra pessoa está desinteressada. “Pode ser por n fatores: talvez a pessoa tenha tido experiências muito ruins no passado, ou pode ter algo a ver com sua religião, ou a pessoa pode querer conhecer alguém melhor antes de partir para algo mais físico. Sem falar na ansiedade/medo que pode atrapalhar nesses momentos”.

A sugestão dela? Procure por outros sinais que demonstrem o interesse amoroso. “O flerte, os olhares, sorrisos e risadas… Até a própria linguagem corporal”,

4. Quando ele ou ela fala sobre o ex…

Embora seja fácil pensar que aquela pessoa ainda não superou o/a ex quando fala sobre o assunto durante o encontro, Myrow lembra que é importante ter em mente que as pessoas são muito diferentes entre si. “Relacionamentos passados fazem parte da história daquela pessoa. Além disso, é preciso saber pelo que a pessoas já passou se você quiser construir uma relação mais sólida. Se o assunto se entender muito e você não estiver curtindo eu tentaria suavemente ir mudando o rumo da conversa. Por outro lado, você pode aprender muito sobre o outro e seus hábitos de relacionamento durante estes papos” aconselha a terapeuta.

5. Quando a linguagem corporal durante o date não parece tão legal…

Braços cruzados? Evitando contato visual? Sentimento de desconforto? Detestamos ter que te falar isso, mas Myrow diz que isso não é um bom sinal: “Pode ser apenas um costume da pessoa que ela fez sem perceber então procure outros sinais de interesse da pessoa. Caso contrário, é uma cilada”.

6. Quando o assunto acaba…

Há algo pior do que aquele silêncio constrangedor durante o primeiro encontro? De acordo com Myrow, definitivamente. Na verdade, isso é bem normal. “A pessoa pode estar muito tímida ou nervosa. Então bola pra frente e faça perguntas mais amplas, sobre assuntos mais genéricos. Boa conversa é como dançar um tango. Eu diria que, se após algumas tentativas de engatar uma conversa nada der certo, você pode ir embora do date pelo menos sabendo que fez sua parte e tentou fazer aquilo dar certo”.

7. Se ele ou ela não estiver respondendo suas mensagens de forma alguma…

Desculpe, mas não há forma mais sutil de dizer isso: a pessoa está te dando um perdido. “Isso nunca é legal, mas pense pelo lado positivo – você pode estar se livrando de uma pessoa embuste e pode seguir com a sua vida” finaliza Myrow.

Texto originalmente publicado no Swipe Life

Receba nossas novidades, assine nossa newsletter!

Especial Mulher

Slider