Aberta temporada de visitas!

aberta-temporada-de-visitas

Aberta temporada de visitas! Dicas para hóspedes e anfitriões manterem a casa limpa

É hora de comprar presentes, montar a árvore de Natal, rever os amigos e a família. Com isso, o entra e sai de pessoas em casa costuma aumentar e manter a organização da casa é um desafio. O coordenador técnico da Maria Brasileira, franquia de serviços e cuidados, João Pedro Lucio, preparou algumas dicas de limpeza e organização que irão facilitar o dia a dia e ajudarão a manter o lar em perfeita harmonia.

Durante as festas de final de ano é muito comum receber os amigos e familiares, principalmente aqueles que moram distantes e que resolvem prolongar a visita por dias seguidos. Mas para que os momentos de confraternização não virem uma verdadeira dor de cabeça, o coordenador técnico da Maria Brasileira,João Pedro Lucio, preparou um guia com dicas rápidas de limpeza e organização que podem ser feitas, não somente pelos donos da casa, mas também pela visita durante o tempo de estadia.

Usou, guardou!

Para iniciar uma bagunça, basta apenas tirar as coisas do lugar e não devolvê-las. “Imagina 15 pessoas fazendo a mesma coisa? Neste caso, a regra é clara: tirou, usou, guardou.” Segundo o especialista, a falta de organização, além de deixar a casa com o aspecto de suja, dificulta a localização de itens depois que a visita for embora. “Encontrar qualquer coisa pode ser uma árdua tarefa”, explica João.

Incentive a colaboração de todos

Para manter a organização, o ideal é guardar os itens mais usados em locais de fácil acesso. “Itens de cozinha, por exemplo, devem estar em armários nos quais todas as pessoas alcançam. Se colocados muito altos, os mais baixinhos deixarão os utensílios em bancadas e pias.” Outro exemplo são os itens de cama, principalmente se o pessoal for dormir em cômodos fora dos quartos. O ideal é disponibilizar um local para que travesseiros, mantas e lençóis sejam guardados, como baús, caixas ou até mesmo um armário de acesso a todos. Também é importantíssimo que o morador da casa dê o exemplo. “Se o dono da casa não estiver muito ligado na organização, a visita poderá seguir a mesma linha. O problema é que a visita vai embora, mas a bagunça fica”, lembra.

Todo dia é dia de lavar a louça

“Quem nunca adiou a tarefa de lavar a louça suja para o dia seguinte que atire a primeira pedra”, brinca. Quando a casa está cheia de visita, pia cheia pode ser um problemão. “Além de ser anti-higiênico, se ninguém lavar a louça, faltará itens limpos na hora de fazer as refeições”, comenta João.

Uma dica do técnico da Maria Brasileira é criar um calendário de revezamento, no qual cada dia uma ou duas pessoas são responsáveis por lavar, enxugar e guardar os itens de cozinha. “Quando há uma pessoa responsável por alguma tarefa, ela ficará constrangida se não fizer o que foi designado a ela. É uma maneira de manter tudo em ordem”, aconselha.

Outra dica é utilizar, sempre que possível, itens descartáveis. “Naqueles almoços de confraternização, vale investir em pratos, copos e talheres que poderão ir para o lixo depois”, conta.

Use e abuse da área externa da casa

Uma maneira de deixar a casa limpa e organizada é tentar concentrar todas as reuniões e confraternizações nas áreas externas da casa, como quintais, coberturas e grandes sacadas. “A ideia é que as pessoas fiquem o menor tempo possível dentro de casa. Assim, é importante organizar as áreas com os itens necessários, como lixeiras, pontos para organizar comes e bebes e guardanapos”, afirma João. O técnico da Maria Brasileira conta que são locais mais fáceis de serem limpos e não demandam grande quantidade de produtos e itens de limpeza. “Um rodo, um pano e um desinfetante resolvem o problema”, indica.

Guarde produtos de limpeza em locais estratégicos

Por mais que o morador da casa possua uma preocupação com a limpeza e organização do lar, não é fácil supervisionar os cômodos a todo momento. Para que não haja constrangimento ao pedir a ajuda dos visitantes, uma boa estratégia é deixar alguns produtos de limpeza em locais que mais acumulam sujeira, como o banheiro.

Outras dicas:

– Deixar atrás no vaso sanitário, mas de uma maneira visível, um frasco de desinfetante e uma escova sanitária. “É uma mensagem subliminar. Se sujar, limpe”;

– Ainda no banheiro, vale investir em um aromatizador de ambiente. “O cômodo será utilizado por todos, então vale a pena deixá-lo com um cheiro mais agradável”;

– Na cozinha, o detergente e a esponja de lavar louça devem ficar sempre em cima da pia. “É uma maneira de evitar que as pessoas não lavem a louça porque ‘não acharam’ os itens de limpeza”;

– Rodos, vassouras e panos de chão podem até ser guardados dentro de um armário, na lavanderia. Mas, ao receber a visita e apresentar a casa, é importante não esquecer de dizer que ela tem acesso livre a todas as áreas, inclusive quando precisar de algum item de limpeza. “Dessa maneira a mensagem é passada de maneira discreta e sem saias justas”, finaliza João.

Sobre a Maria Brasileira

Fundada em 2012 e lançada no franchising em 2013, a Maria Brasileira é uma rede especializada na prestação de serviços domésticos, tendo como missão facilitar a vida dos brasileiros, permitindo que as pessoas tenham mais tempo livre e qualidade de vida. A franquia oferece serviços bastante diversos, sempre relacionados à limpeza e cuidados de residências e empresas, sendo que limpeza doméstica, limpeza pós obra e passadeira são seus serviços de maior demanda. Líder em seu segmento, a Maria Brasileira oferece cerca de 20 mil facilitadores, em 180 unidades, que estão distribuídas nos 24 estados brasileiros.

Comentários