Ainda dá para preparar o corpo para o verão

verão

Ainda dá para preparar o corpo para o verão

Ainda dá para preparar o corpo para o verão. Os termômetros já registram as esperadas altas temperaturas, dando indício de que a estação será uma das mais quentes dos últimos anos.

Com isso, entram em cena os biquínis, maiôs, camisetas e shortinhos. E para quem ainda não está com o corpo em dia para abusar desses trajes, não precisa se preocupar:

  • ainda dá tempo de recorrer às pequenas cirurgias e tratamentos estéticos para se preparar para o verão.

O cirurgião plástico Sergio Romay destaca que um dos procedimentos mais procurados nessa época do ano são as próteses mamárias, popularmente conhecidas como “silicone”.

Segundo o médico, essa é uma cirurgia considerada de médio porte e que tem um rápido pós-operatório.

“Recebo muitas pacientes no meu consultório em busca dessa cirurgia. Os seios estão diretamente ligados à vaidade da mulher e é importante estar se sentindo bem com o tamanho e o formato, para poder colocar um biquíni ou um top. A recuperação é relativamente rápida e, em torno de 15 a 20 dias, a paciente pode retomar suas atividades normalmente”, esclarece.

Uma outra cirurgia muito buscada para quem quer estar em forma para o verão – e para o carnaval – é a micro lipo, uma lipoaspiração localizada, realizada em apenas uma área do corpo.

Romay destaca como o procedimento funciona.

“Essa é uma cirurgia indicada para quem tem alguma queixa daquela gordurinha localizada que, mesmo com a atividade física, fica difícil de queimar, como por exemplo, na região do abdômen – a famosa “pochete” – ou na lateral dos joelhos, ou na região cervical, também chamada de papada”.

O pós-operatório dura de 10 a 15 dias, então, ainda é possível ver os resultados para o verão, informa o médico.

Outra possibilidade são os procedimentos estéticos menos invasivos, especialmente na região da face, como aplicação de toxina botulínica e preenchimento com ácido hialurônico nos lábios, nas olheiras e nas marcas de expressão.

Sergio Romay é membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e alerta que:

  • para qualquer intervenção, é importante buscar referências e certificações do médico,
  • não utilizar produtos e materiais caseiros,
  • e não realizar os procedimentos em locais não apropriados.

O especialista destaca ainda a necessidade de internação e realização de todos os exames pré-operatórios para a realização de qualquer cirurgia, por menos invasiva que seja.

Por Redação

COMUNIDADE DE COLUNISTAS

Para saber mais sobre o colunista da matéria, clique aqui.

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Veja os últimos posts

Antifrágil

Antifrágil. Vivemos no mundo VUCA com quatro características: volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade. Você já deve ter observado que tudo mudou e a essa altura

Continuar Lendo »