Alonso anuncia saída da Fórmula 1 no final do ano: “É hora de mudar”

104

Fernando Alonso deixará a Fórmula 1 ao final de 2018. A informação foi confirmada pelo próprio piloto e por sua atual equipe na categoria, a McLaren, em comunicado oficial nesta terça-feira (14).

Em nota divulgada no site oficial da McLaren, o bicampeão mundial (2005 e 2006) agradeceu à F-1 por “17 maravilhosos anos”. Embora fale em mudanças, não deixa claro qual será seu destino em 2019.

Depois de 17 anos maravilhosos neste esporte incrível, chegou a hora de seguir em frente”, disse o bicampeão. “Curti todos os segundos dessas temporadas incríveis e não posso agradecer o bastante às pessoas que contribuíram para que fosse tão especial. Veremos o que o futuro traz: novos e emocionantes desafios estão por vir. Estou vivendo uma das melhores épocas da minha vida, mas preciso explorar novos  horizontes.”

Apesar do tom de despedida e de ter dito que tomou esta decisão há meses, Alonso deixou em aberto uma possível volta à F-1 no futuro.

“Quero agradecer à McLaren. Meu coração estará para sempre com a equipe. Sei que eles retornarão mais fortes e melhores no futuro, e esse poderia ser o momento para que eu volte à competição – isso me deixaria muito feliz. Eu construí tantos ótimos relacionamentos com pessoas fantásticas na McLaren, e eles me deram a oportunidade de expandir meus horizontes e correr em outras categorias. Sinto que sou, mais do que nunca, um piloto mais completo.”

Aos 37 anos, Alonso recebeu elogios de Zak Brown, diretor executivo da McLaren. De acordo com o dirigente, “Fernando não é apenas um incrível embaixador para a McLaren, mas também para a Fórmula 1”.

“Há um tempo para que todo mundo mude, e Fernando decidiu que o fim desta temporada será o dele. Respeitamos sua decisão, embora acreditemos que ele esteja no auge de sua carreira”, elogiou Brown. “Enquanto avaliava seu futuro durante os últimos meses, a competitividade de Fernando permaneceu intacta. Ele continuou a desempenhar no mais alto nível, assim como sabemos que ele fará nas nove últimas corridas da temporada deste ano”, acrescentou.

Em sua conta no Twitter, Alonso publicou um vídeo em espanhol e em inglês, no qual relembra sua carreira e declara seu amor à Fórmula 1. Na mensagem, porém, diz à Fórmula 1:

“Tenho objetivos maiores dos que os que me pode oferecer. Você não me esperava, e eu não tinha certeza de que queria te conhecer. Você me deu muito, e eu creio que dei tudo. Quando apenas sabia andar, já corria atrás de seus sons, seus circuitos, sem saber nada de você. Juntos passamos muitos bons momentos. Alguns inesquecíveis, outros realmente ruins. Você me viu crescer, lutar, rir e me emocionar. Competimos juntos contra rivais incríveis. Você brincou comigo, e eu aprendi a brincar contigo. Te vi mudar algumas vezes para bem; outras, em minha opinião, para mal. Cada vez que abaixo a viseira do capacete, sinto teu abraço, sua energia. Não há nada parecido”, diz.

“Mas hoje tenho objetivos maiores dos que os que me pode oferecer. Neste ano, pilotando em meu melhor nível, é como quero lembrar de você. Só posso agradecer a você e as pessoas que fazem parte de você por ter me apresentado tantas culturas, costumes, idiomas, pessoas maravilhosas. Por ter sido minha vida. Sei que você me ama, e você também sabe que te amo”, despede-se.

Nos últimos anos, o espanhol vem participando de provas em outras categorias. Ele disputou as 500 Milhas de Indianápolis no ano passado, mas teve de abandonar a prova, quando ocupava a quinta posição. Em 2018, o piloto ganhou a  tradicional 24 Horas de Le Mans, venceu uma etapa do Mundial de Endurance e ainda disputou as 24 Horas de Daytona.