Assumir nossas Responsabilidades nos faz Crescer

182

Quase sempre culpamos o outro pelas nossas frustrações, problemas e decepções e deixamos aflorar nosso egocentrismo. Focamos um benefício em nós mesmos, excluindo o outro, porém, ao mesmo tempo, dependemos do outro para que nossas necessidades sejam atendidas, sem assumir nossas responsabilidades.

Às vezes, criticar o outro por ser agressivo, e nos vitimizar torna-se fácil, mas não vemos o quanto fomos permissivos e covardes em não mudar a situação, seja pela dependência de segurança e/ou reconhecimento.

Muitas vezes, culpamos o outro por um casamento destroçado, mas não vemos o quanto contribuímos para que a situação chegasse a esse ponto.

Outras vezes, culpamos o governo pela corrupção, pelo caos no País, mas não observamos nossas atitudes corruptas no dia a dia. É mais fácil culpar do que olhar para si, apontar o dedo do que perceber o quanto somos imperfeitos e precisamos melhorar.

Quando focamos apenas em nosso lado egocêntrico não crescemos, nos colocamos na posição daquelas crianças birrentas que batem os pés e choram quando querem alguma coisa.

Vencer nosso ego

Ainda somos pequenos, ainda temos que atender o nosso ego mas, precisamos a cada dia lutar para que tenhamos um equilíbrio focado na empatia, assim, nos tornaremos pessoas melhores e encontraremos a verdadeira felicidade.

Entendemos que a tarefa não é fácil, requer muita força de vontade e coragem para olharmos dentro de nós e não apenas para o que está fora. Muitas vezes precisamos de ajuda para conseguir isso e a terapia é uma opção, pois falar sobre nossos sentimentos dores e frustrações ajuda neste processo.

Assumir nossas responsabilidades por nossas escolhas nos fará crescer e, certamente, conscientes disso, melhoramos nossa relação com o todo, como diz o palestrante Roberto Shinyashiki. “Assumir nossos erros exige muita coragem em um mundo que parece feito de pessoas que sempre ganham todas. Assumir nossa ignorância exige muita humildade nesse mundo de quem sabe tudo”.