Brasileiros buscam menos por redes sociais

Brasileiros buscam menos por redes sociais

Estudo realizado pela SEMrush faz comparativo entre as redes sociais mais populares; Facebook, Youtube e Whatsapp caíram no número de pesquisas

Os brasileiros estão buscando cada vez menos as redes sociais na internet. É o que aponta um levantamento realizado pela SEMrush, líder global de marketing digital. Com base nas análises de pesquisas em mecanismos de busca, como Google e Bing, a plataforma realizou um estudo que concluiu que, dentre as cinco redes sociais mais procuradas na internet, três delas apuraram menos buscas entre 2016 e 2019.

Atualmente, o Facebook se consagra como o grande campeão de buscas na web: a média em 2019 é de 92 milhões de pesquisas mensais por seu nome. Entretanto, em 2016 a média foi de 302 milhões. Essa diferença representa uma queda de 69,5% no número de buscas feitas pelos brasileiros.

Youtube está em segundo lugar, neste ano, a média de buscas pela rede social é de 68 milhões. Enquanto em 2016, a média foi de 99,5 milhões. Apesar de muito popular, as buscas pela plataforma caíram 31%.

Enquanto isso, entre 2016 e 2019, o índice de buscas do Instagram cresceu em 103%. De 9,1 milhões a média subiu para 18,5 milhões de pesquisas na web. Em quarto lugar, o Whatsapp também sofreu uma queda considerável de pesquisas (67%). Em 2016 a média foi de 23,6 milhões e a média deste ano é 7,6 milhões.

Em quinto lugar no ranking está o Twitter, que em 2019 cresceu 25,9% no número de buscas mensais. Em 2016 eram 5,4 milhões de buscas, em 2018, a média subiu para 6,8 milhões de pesquisas na web.

*Por SEMrush

COMUNIDADE DE COLUNISTAS

Para saber mais sobre o colunista da matéria, clique aqui.

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Veja os últimos posts

Gente ajudando Gente!

Gente ajudando Gente! Nesse momento o mais importante é a união. Muitos de nós estão passando por momentos difíceis (emocional, depressão e financeiro). Precisamos nos

Continuar Lendo »