Café: mocinho ou vilão?

70

O café é a bebida favorita de grande parte dos brasileiros. É difícil resistir ao aroma da bebida recém preparada, não é mesmo? Mas, há quem diga que o café faz mal à saúde. Para fazermos o tira teima, confira os benefícios e os riscos do consumo da bebida e saiba se o café é mocinho ou vilão para a nossa vida saudável.

Os benefícios do café

A bebida previne a oxidação de DNA, ou seja, o envelhecimento das nossas células. Ela também combate a formação de coágulos sanguíneos e, consequentemente, de acidentes vasculares cerebrais. O café também previne outras doenças, como cálculos biliares, doenças de Parkinson e Alzheimer.

Beber café regularmente provoca melhora no foco, na atenção e no raciocínio, melhorando o processo mental. O café melhora o nosso humor. A bebida faz com que seja liberada uma substância chamada dopamina, que aumenta a atenção e a produtividade. Por isto que uma pausa para o café é sempre bem-vinda e nos sentimos mais dispostos após a parada.

Você sabia que a cafeína pode auxiliar você a emagrecer? Isto porque o café é uma bebida termogênica, que acelera o metabolismo. Se o consumo de café for aliado à prática frequente de exercícios, há maior queima de gordura. Mas, o excesso de ingestão provoca efeito contrário, pois libera o hormônio cortisol, associado ao ganho de peso.

Os riscos de beber café

Como toda bebida estimulante do sistema nervoso central, beber café em excesso pode causar insônia e aceleração dos batimentos cardíacos, além de agitação, irritabilidade, tremores e dores no estômago.

Para que não sejam percebidos malefícios com a ingestão da bebida, é recomendável tomar até 4 xícaras de café por dia. Esta quantidade significa aproximadamente 300 a 400 mg de cafeína. Gestantes e hipertensos devem reduzir a quantidade de café pela metade para não correrem riscos com o excesso da bebida, tomando até duas xícaras, ou de 150 a 200 mg de cafeína.

As fontes naturais de cafeína (café e chá) são mais potentes, por serem ricas em antioxidantes e cafeína, melhores do que a forma artificial adquirida em lojas de produtos naturais, que possuem alta concentração de açúcar.

Outra dúvida comum é sobre a melhor forma de preparo do café. Para melhor obtenção dos benefícios, os especialistas afirmam que o café coado é o mais recomendado. Isto porque o coador, tanto de papel quanto de pano, retém algumas substâncias prejudiciais ao organismo.

Existe melhor horário para se tomar café?

Por incrível que pareça, a resposta é sim. O fato se deve ao hormônio cortisol. Ele é produzido pelo nosso corpo em determinados horários e está relacionado com o estresse, nos deixando em estado de alerta. Se você tomar café no pico da produção do hormônio, os benefícios da bebida não serão constatados.

O cortisol está em baixa em alguns momentos, por isto é nesses períodos que a ingestão de café é recomendada. Para que você sinta os efeitos da cafeína, não deve beber café entre oito e nove horas da manhã; do meio-dia à uma da tarde; e das cinco às seis e meia da tarde/noite. Nestes momentos, o hormônio está com a produção elevada.