Candidatos que apresentam currículos criativos podem se destacar

currículo criativo

Candidatos que apresentam currículos criativos podem se destacar

Criatividade na elaboração de currículos abre portas para quem está à procura de emprego

Candidatos que apresentam currículos criativos podem se destacar. Quem tem experiência em entrevistas de emprego, sabe que um bom currículo chama a atenção e pode ser um diferencial durante o processo seletivo.

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), realizada e divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em agosto, no segundo trimestre deste ano, a taxa de desemprego ficou em 12%, totalizando 12,8 milhões de brasileiros em busca de recolocação ou mesmo de um primeiro emprego.

Então como se destacar em meio à multidão, tornando-se um candidato interessante para o mercado de trabalho?

A resposta está nos currículos criativos. As habilidades adquiridas pela formação acadêmica e também pela experiência, ainda continuam a ser importantes nos currículos.

Porém, em um mundo com números crescentes de desemprego e de tecnologias que automatizam de modo crescente diversos setores, as organizações têm valorizado muito as chamadas soft skills, ou habilidades comportamentais, e em algumas seletivas essas habilidades podem até mesmo superar em importância as chamadas hard skills, ou habilidades técnicas.

Para se ter ideia, o Relatório de Tendências Globais 2019, publicado pelo Linkedin, revelou que 92% dos profissionais de recrutamento e contratação concordam que os candidatos com fortes habilidades comportamentais são cada vez mais importantes dentro das corporações.

Desse modo as organizações têm prezando, cada vez mais, pela criatividade na elaboração e apresentação do candidato, por meio de currículos criativos, seja no design ou no uso de infográficos, até o formato, como um vídeo-currículo.

Para o CEO da Passadori Comunicação, Liderança e Negociação, Reinaldo Passadori, o currículo não só é uma forma de comunicação verbal, como também não verbal. “Além das informações escritas em seu currículo, que são as verbais, há também o visual e o formato, consideradas não verbais, mas que também podem dizer muito sobre você ao recrutador. Desde a escolha de cores, tipografia, até a disposição das informações”. A seguir, confira alguns pontos que podem te ajudar a elaborar um currículo criativo.

Planeje antes de fazer

Tire um tempo do seu dia, em um ambiente calmo e tranquilo, com lápis e papel na mão, e pense em toda sua trajetória profissional, mesmo que esteja iniciando. Pense em suas experiências e habilidades e como quer mostra-las.

É importante levar em conta tanto o seu estilo pessoal, sua personalidade, quanto o perfil da empresa, da área ou da profissão para as quais irá direcionar o seu currículo. A identidade visual do currículo passa a ser uma amostra da sua própria identidade.

Mude o visual

Se preferir enviar seu currículo de forma impressa ou por e-mail, tente sair do básico, como texto em cor preta no fundo branco. Faça alterações no design como mudar a cor de fundo, mudar a cor e a fonte do texto, de forma que fique legível e, ao mesmo tempo, descolado.

A escolha das cores pode dar uma pequena amostra ao recrutador sobre sua personalidade, por exemplo, o vermelho está associado ao espírito de liderança, vitória e energia. Inserir infográficos que ilustrem suas habilidades e o nível delas, além de inserir ícones ou figuras que as representem também é uma forma de chamar a atenção do recrutador e mostrar sua criatividade.

Inove no formato dos currículos

Um jeito inovador de evidenciar suas soft skills está na escolha do vídeo currículo. Para optar por este formato é importante escolher um bom local de gravação, uma boa câmera, criar um roteiro para direcionar o discurso e a postura, além de ser o mais claro e objetivo possível em até 3 minutos de gravação.

Entre os benefícios de um vídeo currículo estão a possibilidade de inovar na abordagem, seja na escolha de um cenário diferente, seja na edição criativa do vídeo, além da otimização do processo seletivo, adiantando algumas etapas e permitindo que mais candidatos de outras cidades possam participar.

Por NA Comunicação e Marketing

COMUNIDADE DE COLUNISTAS

Para saber mais sobre o colunista da matéria, clique aqui.

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Veja os últimos posts