Como criar um bom cidadão em 6 passos

A formação de um bom cidadão não depende apenas da sua formação escolar e sim, em maior parte, das referências recebidas da família

21

Para criar um bom cidadão para o mundo, primeiramente, os pais devem ser o alicerce da criança, a base, para que ela se sinta segura e confie nos conselhos e ensinamentos oferecidos no seu lar.

1 – Um bom cidadão deve saber que existem leis a serem seguidas

Saber que a vida tem regras e que elas devem ser respeitadas é um grande passo de amadurecimento. Estar ciente de que seus direitos vão até iniciar os direitos do próximo é uma conscientização que todos devemos ter.

2 – Incentive seu filho a estar aberto a outros pontos de vistas

Ensinar seu filho a escutar o que os outros têm a dizer, sem jamais deixar manipular, afinal, ele terá suas próprias escolhas, mas deve ser flexível e adepto a novas ideias, escutar os vários pontos de vista em uma conversa e levar em consideração as diversidades para tomar suas decisões são pontos fundamentais.

3 – Ensine a respeitar o próximo

É fundamental o exemplo que a criança tem no lar e são essas referências que ela vai exercer com as pessoas na sociedade. O mesmo respeito que seu filho recebe, ele também irá oferecer. É importante as instruções dos pais para que não ocorra desrespeito com o próximo.

LEIA MAIS: A importância de brincar
10 dicas para ensinar os filhos a lidar com dinheiro

4 – Eduque-o para dizer NÃO ao preconceito

É importante educar seu filho a agir sempre com boas maneiras e ser uma pessoa sem preconceitos, seja eles pela cor de pele, por sua nacionalidade, religião, classe social ou opção sexual.

5 – Educá-lo para que não pratique bullying

Mostre ao seu filho que um bom cidadão não vê diferença entre ele e as pessoas, todos são iguais, sem nenhuma mínima exceção. Mesmo que as pessoas não sejam iguais fisicamente, elas não fazem com que algumas pessoas sejam diferentes das outras.

6 – Na internet também se deve ser um bom cidadão

Não quer dizer que só por que seu filho está atrás de uma tela do computador não tenha que praticar o respeito e deixar os limites de lado. Além de existirem leis na internet, o bom convívio deve ser pregado em todos os meios sejam eles na web ou pessoalmente.