Como o empreendedorismo digital vai gerar mais de 5 milhões de empregos nos próximos 3 anos

artigo7

Os empreendedores são responsáveis por impulsionar o mercado de trabalho e influenciar diretamente a economia do país. Geralmente, as pessoas começam a empreender por duas razões: necessidade ou oportunidade. Seja qual for o seu motivo, temos um caminho promissor a trilhar nos próximos anos, principalmente pelo fato de a tecnologia estar avançando na velocidade da luz.

Atualmente, já estamos vivendo uma revolução no mercado educacional. Muitas pessoas qualificadas começaram a lançar seus próprios negócios digitais a partir de seu conhecimento, ou seja, monetizam sua expertise. Essa é uma nova forma de encontrar o caminho para empreender. O ambiente virtual oferece opções com baixo investimento inicial e retornos mais rápidos, que são pontos importantes para acelerar a performance do empreendedor e do “aluno” que consome esse conteúdo.

Pessoas que já tem uma carreira estruturada e são muito boas em determinada atividade perceberam que podem se tornar, ainda mais, realizadas por meio da construção de seu próprio negócio a partir de seus conhecimentos práticos e técnicos, além de aumentar a renda no final do mês sem correr tantos riscos. A América Latina, por exemplo, é um terreno fértil para este tipo de negócio digital por conta de a maior parte da população do local estar se aperfeiçoando profissionalmente e disposta a aprender.

É importante que todo profissional ande lado a lado com a inovação para não ficar para trás. Antigamente, as coisas levavam mais tempo para serem construídas e concretizadas, porém estamos em uma era em que tudo acontece muito rápido e quem não acompanha acaba se prejudicando. No caso do empreendedorismo digital, a lógica é a mesma, porque já temos no mercado plataformas que tornam esse cenário real e possível. Não é mais preciso ser um expert em tecnologia e vendas digitais para trilhar seu caminho. Já existem diversa soluções que oferecem todo suporte para o lançamento de um negócio digital.

Podemos concluir que o empreendedorismo digital gera oportunidades para os empreendedores e capacita os alunos para entrarem no mercado de trabalho ou área de atuação de interesse. A tendência é que esse impacto se propague de acordo com a evolução da tecnologia, ou seja, o céu é o limite.

Sobre Nilson Filatier
CEO e co-fundador da HeroSpark, plataforma que transforma conhecimento em negócios digitais. Engenheiro elétrico formado pela Universidade Estadual de Londrina, possui vasta experiência em estratégia, operações, marketing digital e desenvolvimento de produto. O empreendedor, apaixonado por educação e tecnologia, ficou por mais de seis anos à frente da EADBOX, empresa que se fundiu com a Edools em 2019, dando origem a HeroSpark – hoje presente em mais de 20 países e com um portfólio com mais de 1600 clientes.