Como vender mais no Dia dos Namorados

valentines-day-2057745_1280

O Dia dos Namorados é uma das principais datas comerciais para o varejo e o e-commerce. Segundo pesquisa da consultoria Compre & Confie, as vendas deste ano para essa data devem movimentar R$ 2,3 bilhões só no comércio eletrônico. Pensando em um público cada vez mais diversificado, a comunicação entre empresas e consumidores se torna primordial. Para que isso aconteça de forma efetiva, é necessário oferecer diversas opções de canais de contato para seu cliente, dando-lhe o poder de decidir como deseja se comunicar com a marca com esse leque de opções.

Por utilizar diversos canais e entregar uma experiência digital, a comunicação omnichannel pode ajudar a incrementar as vendas no Dia dos Namorados. Por exemplo, é possível interagir com potenciais compradores que estão próximos a lojas físicas da marca usando uma notificação via push geolocalizado. Para tanto, a mensagem deve oferecer um atrativo para seduzir o cliente, como uma promoção ou um simples alerta de disponibilidade de um produto desejado. Outro benefício é a redução de custos com a operação, principalmente pensando em vendas online.

O WhatsApp Business API, uma novidade em relação ao ano passado, também fornece a possibilidade de rastrear pedidos, assim como o SMS, o e-mail, e as notificações via aplicativos próprios. Como não é permitido enviar promoções via API do WhatsApp Business, a melhor maneira de usar esse canal é como customer service. Informações sobre produtos, dicas sobre como usar os produtos, acompanhamento de pedido e dúvidas em geral. A vantagem competitiva, nesse caso, é a disponibilidade de um novo canal e a entrega de uma experiência única ao cliente.

Por meio de uma plataforma totalmente integrada entres os canais, as empresas têm a possibilidade de criar jornadas de compras e de atendimentos pré e pós-vendas muito mais fluidas e digitais. Atualmente, os clientes exigem uma experiência única, e é aí que a presença multicanal faz a diferença. Não importa onde, quando e como o cliente comprará. A experiência será sempre a mesma: eficiente e personalizada. Por isso é que, tratando-se de omni, não pensamos em um canal mais efetivo que o outro. Depende muito de como, quando e onde o cliente estará e o que ele está buscando.

Mas a escolha do canal correto não necessariamente significa que o consumidor será impactado. Para isso, o cliente precisa receber uma mensagem que o leve a uma ação desejada. Antes de estabelecer uma estratégia de engajamento, as empresas precisam se perguntar: que conteúdo será enviado? Por qual canal? Quando? Que base de dados será utilizada? Por exemplo: uma marca quer aumentar o número de vendas nas lojas físicas. Com qual estratégia podemos trabalhar? Enviar mensagens com conteúdo relevante e promoções que estimulem os clientes a comprar e ir à loja. Como? Pode ser SMS ou push geolocalizado. Quando? 15 dias antes da data, durante a semana que antecede a data e pós-data com promoções especiais. Para quem? Focar em clientes que frequentam a região onde a loja está localizada.

Outra dica importante é não abandonar o consumidor após a compra. A comunicação omnichannel também pode ser utilizada para enviar pesquisas de satisfação aos clientes, por e-mail ou SMS. Com isso, a marca tem acesso a insightsvaliosos que permitirão que ela sempre adapte e melhore sua jornada de compra e seu atendimento de acordo com o perfil desses clientes. Esse feedback é essencial para uma comunicação cada vez mais integrada ao consumidor moderno.

*Por Caio Borges – sales manager da Infobip

Receba nossas novidades, assine nossa newsletter!

Especial Mulher

Slider