Consumo de cacau faz seu coração viver mais e melhor

Consumo de cacau faz seu coração viver mais e melhor

A nutricionista Dra Thayana Albuquerque explica que o cacau é considerado atualmente uma das grandes fontes alimentares de flavonoides, o qual contribui para uma boa digestão de potentes compostos antioxidantes na dieta

Sabemos que o chocolate tem grande aceitabilidade por grande parte da população, sendo um dos alimentos mais consumidos no mundo. E sabemos também que o chocolate é proveniente do cacau. Sim, até então nenhuma novidade! Mas você já leu e/ou ouviu falar sobre os benefícios do cacau?

“Consumir chocolate não significa dizer que você estará adquirindo os benefícios que este fruto maravilhoso nos proporciona. Pois chocolate tem muitos ingredientes que fogem do padrão de alimento saudável. Mas se você optar pelo 70 ou 80% estará adquirindo certos benefícios que abordarei aqui. Porém, se optar pelo cacau 100%, sem dúvida estará ajudando muito sua saúde a estar sempre em dia”, explica a nutricionista Drª Thayana Albuquerque.

O cacau é considerado atualmente uma das grandes fontes alimentares de flavonoides, o qual contribui para uma boa ingestão de potentes compostos antioxidantes na dieta.

Segundo nutricionista, os flavonoides possuem efeitos anti-inflamatórios que auxiliam no combate aos radicais livres e envelhecimento precoce; e é vasodilatador contribuindo para melhorar a circulação sanguínea, prevenindo doenças cardiovasculares e auxiliando na redução da pressão arterial.

“Muitas outras qualidades são atribuídas ao cacau, além de ser um cardioprotetor, reduz o colesterol total, sem contar que ajuda a reduzir o risco de diabetes tipo II”, comenta a nutricionista.

Thayana também falou sobre outro benefício bastante conhecido é que o cacau ajuda a reduzir os sintomas de TPM. Sim, isso é possível devido à quantidade de magnésio presente no alimento. Por ser rico neste mineral, evita sintomas como depressão, ansiedade, irritabilidade, insônia, fadiga e dores de cabeça; porém estes benefícios só estarão presentes se o chocolate for do tipo amargo (70, 80 ou 100% cacau) e sem leite em sua composição.

Os flavonoides também possuem grande papel na fotoproteção oral, ajudando as células dos efeitos danosos causados pelos raios ultravioletas que pode estar culminando no envelhecimento precoce. “Por ser antioxidante, o cacau combate nosso organismo dos radicais livres que são formados quando danificamos nossas células, melhorando o aspecto da pele e proporcionando um melhor bronzeado”, finaliza a nutricionista.

 

Drª Thayana Albuquerque

Nutricionista com 10 anos de experiência, Mestre em Neurociências e Biologia Celular, Pós Graduada também em Geriatria e Gerontologia, Nutrição e Suplementação Esportiva.

Possui expertise no Tratamento da Obesidade e Emagrecimento, com curso de Extensão em Medicina da Obesidade pela Universidade de Harvard em Boston. Realizou treinamento profissional em Medicina Anti-Aging em Nova Iorque no Salerno Center Complementary Medicine, em Nutrigenômica & Nutrigenética na Nutrigenetic Research em Zurique, e em Intolerâncias Alimentares pela Euroimmun em Lübeck na Alemanha.

Única nutricionista do Pará a receber o Selo de Referência Nacional em 2016, 2017 e 2018 pela ANCEC (Agência Nacional de Cultura, Empreendedorismo e Comunicação), o Troféu Latin American Awards 2016 e o Global Quality Certification. Também foi homenageada pela Revista 3×4 recebendo o troféu Melhores do Ano em 2017.

Receba nossas novidades, assine nossa newsletter!

Especial Mulher

Slider