Copo cheio ou copo vazio?

133
Léo ALves
Léo Alves é Coach de Vida & Carreira, Analista Comportamental e Escritor dos livros: Abismo e Revolução..

Eu vivenciei um furacão de informações nos últimos três anos: luto, ausência, depressão, desemprego, mas ao parar para analisar bem minha vida, olhando ela na perspectiva de um copo cheio ou copo vazio, percebi que estes meus últimos anos foram repletos de possibilidades positivas, mas eu tinha optado até então por olhar o copo vazio

Olhar para si e refletir sua pópria vida

Neste texto, não vou contar o que houve especificamente em minha vida, mas gostaria de convidar você para que cada um, reflita sobre suas próprias vidas! Como que temos olhado para nossas próprias vidas? Como temos aproveitado nossas vivências?

Será que estamos olhando nossos problemas diários exatamente do tamanho que eles são? Será que a importância que damos a este problema é de fato real? Será que estamos investindo mais tempo no problema do que deveríamos?

Quando eu perdi meu irmão em um acidente de carro, acreditei fielmente que estava vivendo o pior momento de minha vida e, de fato, vivenciei os piores episódios de minha vida.

Mas ao me abrir para ouvir outras histórias e ser ouvido, pude ver que eu deveria ainda agradecer por não ter vivido uma situação pior. Pois é, isto mesmo! Costumo falar com minha mãe que poderia sim ter sido pior, mas ela, por vezes, me disse que não e eu a questiono dizendo: “e se eu estivesse no carro com meu irmão? Como seria? A dor não seria maior?”

Na individualidade somos egoístas

Em nossa individualidade, acredito que as vezes somos um pouco egoístas, e, por isto que faço este convite, se fizer sentido para você, de que reflita comigo de uma forma mais consciente sobre sua própria vida. Ela está ruim? Qual o parâmetro? Estamos exigindo demais de nós próprios? O que mais? Tenho certeza e conheço muita gente que daria uma vida por ter a vida que você está vivenciando exatamente agora!

Aqui reforço o convite para que comece a dar valor exatamente pelo o que você tem hoje, olhe para o lado e analise o que você está encontrando de bom durante o seu dia.

E, se mesmo assim, tiver dificuldade de olhar o lado bom, antes de se deitar, escreva ao menos três situações boas que aconteceram em seu dia, não importando o tamanho desta “situação”, peço apenas que analise o seu dia e escreva três momentos pelos quais você é grato.

O ato de escrever reforça uma lembrança positiva e escrever ficará sempre escrito!

Aos poucos, mesmo que lentamente, você vai perceber e começar a sentir o quanto nossa vida é imensa de coisas boas, mas por vezes nos apegamos no seu lado negativo.

Em minha experiência como pessoa e como Coach tenho certeza que nossa programação da TV aberta não contribui com tamanha quantidade de informações negativas, nossos políticos também não contribuem e, por vezes, até nossos vizinhos também não.

Mas tenho certeza de que se você direcionar sua energia para o que acontece de bom no seu entorno sua vida terá, sim, momentos mais prazerosos. E não se trata de ter uma vida nova, mas sim de ter um olhar diferente para todas as situações que ocorrem em nosso dia a dia.

Ao vir para o meu espaço escrever este artigo, me deparei com duas senhoras sentadas em um banco, ao lado delas um suporte de revistas para serem distribuídas gratuitamente para pessoas que tenham interesse, em um trabalho voluntário, imagino.

E, neste momento, percebi exatamente tudo isto que estou escrevendo acima. Elas tomam por decisão de vida delas, levantar, enfrentar os problemas e fazer algo para o bem delas e, consequentemente, das pessoas que vivem em sua comunidade e isto é um exemplo de viver de forma plena.

Será que elas têm problemas? Não tenho dúvidas que sim, mas senti em seus olhares e sorrisos ao me cumprimentar que estão usando o dia delas para serem mais produtivas e felizes

Podemos sim, juntos, todos nós, usarmos os exemplos mais simples e positivos de nossa comunidade, seja ela qual for, mas vamos sim mudar internamente para que o externo se torne no mínimo menos dolorido e mais próspero!

Copo cheio ou copo vazio?

Decida em qual parte do copo você vai se concentrar!

Nossas dificuldades são sim oportunidades!