Correntistas do Banco Inter deixaram de pagar, em média, R$ 411,01 no período, o equivalente a R$ 58,82 por mês

banco

Correntistas do Banco Inter deixaram de pagar, em média, R$ 411,01 no período, o equivalente a R$ 58,82 por mês

Correntistas do Banco Inter economizaram mais de R$ 1 bilhão em tarifas bancárias em 2019

. Os dados são da Pesquisa de Economia Inter, que calculou o número de operações gratuitas realizadas pela base de correntistas no período. O levantamento considera o volume de transações realizadas pelos clientes, custos de manutenção e valores cobrados pelo mercado para a utilização de um pacote completo de produtos e serviços.

Considerando a base analisada, cada um dos correntistas deixou de pagar, em média, R$ 411,01 em tarifas bancárias, o equivalente a R$ 58,82 por mês. Da economia total, 55,57% correspondem às taxas de anuidade de cartão e de manutenção de conta e os outros 44,43% a transações como saques, TEDs, emissão de boletos e outros serviços.

“Quando devolvemos R$ 1 bilhão aos nossos correntistas, para que possam usar esse dinheiro com o que realmente importa, estamos gerando valor para a sociedade”, explica a Diretora de Marketing e CRM do Banco Inter, Priscila Salles. “Esse é o resultado de uma relação ganha-ganha, onde o correntista aproveita os benefícios da conta digital gratuita, mas também gera valor para o Banco quando movimenta sua conta ou usa o cartão”, reforça.

Ao longo de 2018, o Banco Inter devolveu aos clientes uma economia de R$ 668 milhões em tarifas bancárias.

Por FSB Comunicação


COMUNIDADE DE COLUNISTAS

Para saber mais sobre o colunista da matéria, clique aqui.

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Veja os últimos posts