Correntistas do Banco Inter deixaram de pagar, em média, R$ 411,01 no período, o equivalente a R$ 58,82 por mês

1785-os-novos-acionistas-do-banco-inter

Correntistas do Banco Inter economizaram mais de R$ 1 bilhão em tarifas bancárias em 2019

. Os dados são da Pesquisa de Economia Inter, que calculou o número de operações gratuitas realizadas pela base de correntistas no período. O levantamento considera o volume de transações realizadas pelos clientes, custos de manutenção e valores cobrados pelo mercado para a utilização de um pacote completo de produtos e serviços.

Considerando a base analisada, cada um dos correntistas deixou de pagar, em média, R$ 411,01 em tarifas bancárias, o equivalente a R$ 58,82 por mês. Da economia total, 55,57% correspondem às taxas de anuidade de cartão e de manutenção de conta e os outros 44,43% a transações como saques, TEDs, emissão de boletos e outros serviços.

“Quando devolvemos R$ 1 bilhão aos nossos correntistas, para que possam usar esse dinheiro com o que realmente importa, estamos gerando valor para a sociedade”, explica a Diretora de Marketing e CRM do Banco Inter, Priscila Salles. “Esse é o resultado de uma relação ganha-ganha, onde o correntista aproveita os benefícios da conta digital gratuita, mas também gera valor para o Banco quando movimenta sua conta ou usa o cartão”, reforça.

Ao longo de 2018, o Banco Inter devolveu aos clientes uma economia de R$ 668 milhões em tarifas bancárias.

Por FSB Comunicação


Receba nossas novidades, assine nossa newsletter!

Especial Mulher

Slider