Cuidados com o coração no período mais quente do ano

1224
Cuidados com o coração no período mais quente do ano

Calor, mais consumo de alimentos e bebidas alcoólicas nas festas do Natal e Ano Novo, sol, praia e quebra da rotina podem ter impacto na saúde das pessoas, em especial de quem tem alguma doença cardiovascular

O verão chegou com muitas promessas de alegria, descontração, as comemorações natalinas e do réveillon, férias, passeios e muito sol. Tudo isso é muito bom, mas deve ser aproveitado com moderação, salienta o médico José Luiz Aziz, da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (SOCESP), explicando que a combinação do aumento da temperatura com excessos alimentares, bebidas alcoólicas, muita exposição ao sol e mais esforço físico pode apresentar problemas de saúde, inclusive em pessoas saudáveis.

Pessoas com antecedentes de doenças cardiovasculares e/ou com fatores de risco, como obesidade, colesterol/triglicérides, diabetes, tabagismo, estresse e hipertensão, devem adotar cuidados redobrados. Esses problemas podem agravar-se com a quebra da rotina alimentar e de hábitos no verão, nas festas de final de ano e nas férias.

O excesso de bebida alcoólica, por exemplo, pode causar arritmia cardíaca, principalmente, em mulheres, pois elas apresentam menos água no organismo, o que faz com que o álcool fique mais concentrado. Geralmente, pesam menos e apresentam níveis menores de enzimas responsáveis pelo metabolismo do álcool, como a aldeído desidrogenase (ADH) e a álcool desidrogenase (ALDH). Para todos os indivíduos, porém, a longo prazo o álcool consumido em excesso pode levar a uma dilatação do coração ou uma miocardiopatia (doença no músculo cardíaco que dificulta o fornecimento de sangue do coração para o corpo e pode causar insuficiência cardíaca).

Dr. Aziz sugere ser interessante, em especial para quem não está com o checkup em dia, aproveitar para fazer sua avaliação médica anual. Ele também enumera alguns cuidados essenciais para se curtir o período de férias sem sustos: manter a alimentação e a ingestão de álcool como nos períodos normais; evitar lugares muito quentes; não deixar de tomar nenhum dia as medicações habituais; boa alimentação, sem exageros nas festas de final de ano; evitar esforço físico exagerado, além do que se está acostumado. É sempre bom lembrar que a prática de exercícios requer ter um precondicionamento físico. Então, aquele futebol que nunca se jogou ou excesso de esportes aquáticos ou em montanhas devem ser evitados. Os eventos mais comuns decorrentes disso são o infartos e arritmias.

Mudança de temperatura

O cardiologista também ressalta a necessidade de cuidados no caso de viagem a uma região na qual esteja muito frio, como no Hemisfério Norte. A mudança repentina de temperatura é considerada um fator de preocupação para pessoas com problemas cardíacos, principalmente devido à alteração de pressão arterial, vasoconstricção das artérias e alteração da agregação plaquetária. Esta última aumenta a viscosidade sanguínea, agravando o risco de infarto. A altitude faz o ar rarefeito aumentar a pressão arterial.

Sobre a SOCESP

A Socesp – Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 1976. Regional da Sociedade Brasileira de Cardiologia e Departamento de Cardiologia da Associação Paulista de Medicina, conta com cerca de 8 mil sócios. Os principais objetivos da Socesp são contribuir para a atualização dos cardiologistas do estado e difundir o conhecimento científico gerado pela própria Socesp aos profissionais da saúde que atuam na Cardiologia e para a população.