Dia Mundial da Fotografia conecta fotógrafos a consumidores

fotografia

Dia Mundial da Fotografia conecta fotógrafos a consumidores

Dia Mundial da Fotografia conecta fotógrafos a consumidores. Segunda-feira (19) Dia Mundial da Fotografia. A escolha da data é uma homenagem ao dia em que a primeira câmera fotográfica foi apresentada ao mundo em 1839. O antiquado equipamento se desenvolveu e hoje a fotografia é popular e cotidiana.

A imagem tornou-se um recurso essencial na comunicação e está presente desde redes sociais até publicações impressas. A necessidade de registros de alta qualidade abre portas para profissionais do ramo da fotografia. Para a captura ideal, o fotógrafo se especializa para entender desde arte até física e aprimora uma pitada de sensibilidade.

Apesar da importância da ocupação, os fotógrafos brasileiros não tem uma profissão regulamentada. Sendo assim, muitos profissionais trabalham de maneira autônoma e usam a internet para prospectar clientes.

Para conquistar novos clientes, os fotógrafos alimentam redes sociais profissionais, criam portfólios e oferecem serviços em aplicativos e plataformas. Um exemplo de app que conecta consumidores a prestadores de serviços é o GetNinjas, maior aplicativo de contratação de serviços da América Latina. Atualmente, o app conta com cerca de 15 mil profissionais cadastrados de todas as regiões do país especializados em registros de eventos. Na plataforma, são os profissionais cadastrados que estabelecem seus preços e negociam diretamente com o cliente.

A Artluv é outro espaço interessante para os fotógrafos divulgarem o seu trabalho pela internet. A plataforma conecta artistas a clientes e amantes da arte. Hoje, art-tech contabiliza mais de 400 artistas e cerca de 30% deles são fotógrafos. Com mais de 20 anos de carreira, Luís Vinhão conhece bem os desafios e prazeres da carreira. O encontro com a profissão começou por curiosidade, quando ele se inscreveu em um curso de fotografia aos 17 anos. “Fotografia vicia no segundo clique. Você fez o primeiro clique, a primeira ampliação. No segundo clique, já viciou”, conta Luís.

Além de ter um estúdio fotográfico na cidade de São Paulo, o profissional também faz parte dos fotógrafos cadastrados na plataforma. Para o fotógrafo, a comercialização de arte na web ajuda a democratizar o acesso e o consumo da arte. “Qualquer pessoa pode criar um ensaio bonito e colocar ele lá. Isso eu acho esplêndido!”, comenta Luís. ‘”Eu acho fantástico, é o futuro, e quem estiver preparado para isso vai estar muito bem”, pontua o profissional.

Além de aquecer o mercado e ajudar na valorização dos profissionais, tais plataformas beneficiam o consumidor. Com poucos cliques, os interessados em contratar um fotógrafo conseguem encontrar profissionais capacitados com facilidade, podem comparar valores e trabalhos e contratar fotógrafos com o melhor custo-benefício. Além da economia financeira, o consumidor também poupa tempo já que no aplicativo, ele não precisa se deslocar para fazer orçamentos com profissionais que chamaram a sua atenção.

Por Fala Criativa Comunicação

COMUNIDADE DE COLUNISTAS

Para saber mais sobre o colunista da matéria, clique aqui.

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Veja os últimos posts