DRESSCODE Como escolher a roupa de acordo com o convite

110

Este código existe para que as pessoas compareçam as comemorações com a roupa adequada, evitando gafes.

Mas se o tipo de traje não vem especificado no convite, telefone para verificar o tipo de roupa.

AS CATEGORIAS DE ROUPAS

Traje esporte

Ilustração Xico Gonçalves

O mais simples e informal.

Ideal para batizados, almoços, exposições, festas infantis, churrascos.

Homens

Calças de brim, veludo, lã, sarja cáqui, camisas, camisetas lisas e polo, malhas tricô de lã e jaquetas.

Bermudas e abrigos esportivos só na praia ou ambientes muito descontraídos.

Mulheres

Calças e camisetas, vestidos estampados ou lisos, terninho, malhas de tricô, duas peças, sapatos baixos e bolsa esportiva.

Traje passeio (esporte fino, casual ou tenue de ville)

Roupas para a cidade (tenue de ville) com um toque de formalidade.

Ideal para vernissages, casamentos de dia ou civil, almoços, conferências, teatro, concerto e formaturas.

Homens

Calças esportivas com blazer, jaqueta ou paletó esporte, com ou sem gravata.

Mulheres

Pantalonas e túnicas, tailleur, o pretinho. Tudo fosco e sem bordados.

A bolsa e o sapato podem ser esportivos, sem ser esporte.

Traje passeio completo (recepção, coquetel, alto esporte, habillè, social completo ou social)

Ilustração Xico Gonçalves

Formalidade completa.

É a categoria de roupas para casamentos elegantes, jantares formais, coquetéis, óperas e grandes comemorações.

Homens

Trajes com gravata, mais escuros à medida que a hora avança.

Sapatos amarrados e meias escuras.

Mulheres

Vestidos sofisticados curtos ou longos, conjunto de saia e calça em tecido de seda, vestidos de alça ou decotados. Brilhos sutis, tecidos preciosos.

Joias e bijuterias de destaque e sapato e bolsa social.

Traje black- tie (tenue de soirée, gala ou rigor)

Ilustração Xico Gonçalves

Roupas sofisticadas onde cores, brilhos e excessos são permitidos.

Ideal em bailes de gala, festas de Embaixadas, entrega de troféus ou comemorações sofisticadas.

Homens

Smoking preto (ou Summer, paletó branco que também pode ser usado no inverno, apesar do nome em inglês), faixa de cintura e gravata borboleta escura camisa branca e sapato e meias pretas.

Mulheres

Vestidos longos que devem cobrir o salto do sapato social.

Decotes, fendas tecidos preciosos e bordados são permitidos para esta categoria de comemoração, mas cuidado com as extravagâncias ou a “última moda”. Festas importantes ficam para a história e a imagem pode ficar exótica com o passar dos anos. vestir.

Nova categoria

Traje fashion (ou algum termo ligado a moda)

Ilustração Xico Gonçalves

Geralmente requisitado para eventos de moda ou de tendências, aniversários jovens, meetings, coquetéis em lugares modernos ou em danceterias.

Homens

Roupas modernas ou de acordo com o estilo pessoal. Looks originais são sempre muito elogiados.

Não se prenda a nenhuma convenção para se produzir. Este convite é um desafio à criatividade.

Mulheres

Liberdade de escolha. Local ideal para exibir o que tem de mais moderno no guarda roupa.

Evite roupas caretas, a não ser que este seja o seu estilo pessoal.

Brilhos, decotes, detalhes festivos ou de época ou roupas de brechó.

Artigo anteriorDois projetos brasileiros participam da Conferência & Festivais South by Southwest, a SXSW®, no Texas, EUA.
Próximo artigoSem xixi na cama
Natural de Porto Alegre, nos anos 70 fundou a indústria de moda X&C, a pioneira no estado a confeccionar o estilo boutique. Neste período a marca X & C participou de vários eventos nacionais como o "Oscar da Moda" (Rio de Janeiro 82 /83) junto a estilistas consagrados como George Henry, Marco Rica, Lino Villaventura e desfiles na Fenit, em São Paulo com o produtor Paulo Ramalho. Colaborou com figurinos em novelas da Rede Globo como "Ti-Ti-Ti", "Brega & Chique", entre outras e colocou as coleções nas melhores lojas do Brasil e na loja franqueada "X & C" no Rio de Janeiro. Xico também desenhou sapatos, bolsas e roupas de couro para outras empresas comercializadas com a etiqueta "X & C" para todo o Brasil. Após a morte do sócio, em 1994, Xico encerrou as atividades de industrial e se dedicou à comunicação tentando passar para os leitores e telespectadores a sua maneira prática de ver a moda e o mercado. Durante doze anos apresentou comentários de moda no "Jornal do Almoço", na RBS TV (filiada à rede Globo) e participou cinco anos como apresentador e editor do programa Estilo (TV Com), além de escrever nos jornais Zero Hora e Diário Catarinense e em diversos sites e revistas. Neste período também prestou assessoria de moda para a rede de lojas "Paquetá" e assessoria de tendências para a empresa gaúcha Grendene e para Renner Vicunha. Em paralelo produziu eventos como os concursos "Donna da Capa" (Jornal Zero Hora) e "Concurso Garota Verão" (RBS TV) criando os figurinos e a elaboração do roteiro. Esta circulação em concursos proporcionou a Xico descobrir no interior de Lajeado a top-model internacional Shirley Mallman. Em 2001 junto a RBS e Shopping Iguatemi de Porto Alegre criou o evento "Donna Fashion Iguatemi", uma semana de desfiles para lançar novos talentos do RGS e mostrar as coleções de talentos nacionais consagrados. Em 2004 lançou o livro “ABC da Moda” pela Editora RBS, que está esgotado em todo o Brasil e que serve como livro de consultas em todas as lojas Exchange Armani brasileiras. O livro também é referência em faculdades e cursos de moda do Brasil. Xico morou cinco anos no Rio de Janeiro de 2007 a 2012 escrevendo para revistas e jornais e produzindo catálogos de empresas italianas que fotografam no Rio de Janeiro as coleções. Trabalhou como editor da revista gaúcha South Star renovando e sofisticando o padrão de diagramação e criou imagem e conteúdo para a revista Tomorrow. Em 2013 morou em São Paulo cuidando do conteúdo para as plataformas digitais da revista Pais & Filhos. Em 2014 voltou para o Rio de Janeiro para dar assessoria a uma empresa de moda. Escreve atualmente para as revistas VLK, South Star (RGS), revista Mensch (masculina), revistas Mais Influente Homem e Mais Influente Mulher (São Paulo), entre outras e mantem seu o site com atualizações diárias e a fanpage com publicações a cada duas horas, sempre com serviço de consultoria de moda e lifestyle. Também faz parte do programa “Tribuna livre” da REDE VIDA como comentarista de moda. Em 2016 se apresentou no programa do Jô Soares como especialista de moda. Atualmente participa do programa “É de Casa” na Rede Globo.