Empreender com propósito foi aposta certeira de CEO da Dog’s Care

Empreender com propósito foi aposta certeira de CEO da Dog’s Care

Empreender com propósito foi aposta certeira de CEO da Dog’s Care

Expansão para toda a América Latina é o próximo passo da marca, pioneira no desenvolvimento de fraldas para cães

Empreender com propósito: esse foi o insight da fundadora e CEO da Dog’s Care, Ana Carolina Vaz, quando planejou empreender. O desejo de unir seu propósito de vida ao seu trabalho era seu maior objetivo.

Atenta às necessidades reais do dia a dia, ela e seu marido, Marcelo Vaz, notaram que muitos produtos eram desenvolvidos no ramo, mas nenhum deles resolvia de forma efetiva problemas comuns para quem tem cães dentro de casa, como o xixi fora do lugar e o períodos de cio.

Foi a partir da experiência pessoal com uma de suas cachorras, a Jully, que os empreendedores desenvolveram a primeira fralda para cães no mercado mundial. O negócio, que surgiu em 2005, se tornou ainda mais eficiente quando Ana entendeu que para o crescimento da Dog’s Care, ela deveria apostar no poder de transformação da relação entre donos e pets para desenvolver seus produtos. Com isso, a empresa ganhou força para se aproximar do consumidor e humanizar a relação entre marca e cliente.

“O fato de sermos donos de cães e termos fundado uma empresa que nasceu pela necessidade com o pet aproxima bastante. Nosso storytelling é verdadeiro e esse é nosso maior diferencial. Nós amamos o que fazemos e isso se reflete nos produtos e na relação que construímos com os nossos consumidores”, finaliza a empreendedora. Como resultado dessa estratégia, a marca cresceu 57% em 2019.

Ana Carolina Vaz, fundadora e CEO da Dog’s Care

Consolidar o negócio e separá-lo da vida pessoal foi um dos desafios do casal. Com o anseio de trabalharem juntos em prol da saúde de sua própria cachorrinha, o início da marca foi um momento crucial para entender os obstáculos de empreender juntos, explica a empreendedora.

Uma solução para o fortalecimento entre a relação e em especial ao negócio foi a contratação de um time de gestão, com o objetivo de neutralizar as discussões e trazer novas perspectivas durante as reuniões. “Os primeiros anos são bem difíceis. São muito ‘pratos’ para equilibrar e na maioria das vezes, queremos dar conta sozinhos e chegamos a exaustão facilmente. Não existe criatividade na exaustão”, explica Ana.

“Se você não juntar o que você faz com o que você é, fica quase impossível empreender. É de dentro pra fora. Conseguimos perseverar quando amamos o que estamos construindo”, explica a empreendedora, que considera a crença no próprio produto sua chave para o sucesso. “Sou consumidora assídua dos meus produtos e eles são essenciais para o meu cotidiano com os meus pets, pois representam ganho de tempo e praticidade”, finaliza.

Para 2020, os fundadores ainda têm como objetivo a expansão da Dog’s Care para toda a América Latina e buscarão alavancar o posicionamento da marca como referência digital no mercado pet brasileiro, além de aumentar o portfólio de produtos, para felinos também.

*Por Dog’s Care

COMUNIDADE DE COLUNISTAS

Para saber mais sobre o colunista da matéria, clique aqui.

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Veja os últimos posts

Antifrágil

Antifrágil. Vivemos no mundo VUCA com quatro características: volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade. Você já deve ter observado que tudo mudou e a essa altura

Continuar Lendo »