Jovens usam a internet como ferramenta de mobilização política

18
Jovens usam a internet como ferramenta de mobilização política

Plataforma de mobilização colaborativa pode ajudar a aproximar a juventude das campanhas políticas

Os jovens estão mais conectados do que nunca. E não apenas no sentido de uso de redes sociais. Eles dominam tecnologias, interagem em diferentes plataformas e usam a internet como ferramenta para expor e defender suas ideias. Estes jovens, que possuem entre 16 e 34 anos e representam 36% dos brasileiros que estarão aptos a votar nas eleições de outubro, usam a internet como instrumento alternativo para mobilização social. Uma pesquisa feita pelo Datafolha em parceira com a agência de publicidade Box, com 1.200 jovens com idade entre 18 e 24 anos, mostra que 71% dos entrevistados avaliam a internet como ferramenta política e acreditam que é possível fazer política usando a rede sem intermediários, como os partidos.

A mesma pesquisa aponta uma migração do debate político para as mídias virtuais.
A mobilização política da juventude possui uma característica diferente das gerações anteriores: a conectividade e o acesso às tecnologias digitais. Atenta a este cenário, a Action Labs, empresa que trabalha com uma metodologia de modelagem de negócios, produtos e serviços inovadores, desenvolveu o MobNex, uma plataforma completa de mobilização colaborativa que pode ser usada para qualquer tipo de causa, principalmente em campanhas políticas. “Somos os pioneiros, no Brasil, no desenvolvimento de uma plataforma de mercado completa, com o conceito de gameficação e colaboração tão forte, que integra um painel de controle da campanha com aplicativo e site”, afirma Paulo Renato Oliveira, diretor criativo da Action Labs, observando que a plataforma pode ajudar a aproximar a juventude das campanhas políticas.
O MobNex foi concebido a partir de experiências trocadas com as equipes que fizeram a campanha do presidente norte-americano Barack Obama, em 2008. “Com esse referencial e muitas pesquisas, desenvolvemos um sistema que permite o empoderamento de todos os participantes, que dá controle à equipe de coordenação de campanha e, ao mesmo tempo, capacidade de ativação a todos os envolvidos”, explica Paulo Renato, destacando a facilidade de uso e a interface amigável da plataforma.

Um dos diferenciais do MobNex é a possibilidade de ampliar a capacidade de mobilização pelo aplicativo, que possui estratégias de gameficação e conecta toda a equipe à campanha, atribuindo metas semanais de atuação, compartilhando informação em tempo real e valorizando os mobilizadores mais ativos. “Campanhas altamente conectadas são mais ágeis e eficientes. Em tempos de grandes restrições, legais e orçamentárias, empoderar os mobilizadores é sair na frente. E pode significar chegar na frente”, afirma Paulo.