Marca brasileira sustentável participa de desfiles de NY 2019

moda sustentável

Marca brasileira sustentável participa de desfiles de NY 2019

Marca brasileira sustentável participa de desfiles de NY 2019. Desde o final de 2017, VOLTA ATELIER (@voltaatelier) faz parte de um coletivo de novos designers no Soho, em NY, chamado Flying Solo (@flyingsolonyc). O coletivo de marca sustentável abrange designers de diversos países e direções criativas e seus desfiles fazem parte do calendário oficial do NYFW. Entre as marcas brasileiras do coletivo, além da VOLTA ATELIER estão Paula Torres, os designers de joias Mauro Pina e Silvia D’Avila, as marcas UNDERTOP e V.King Man.

Nesta temporada do New York Fashion Week Spring Summer 2020, VOLTA ATELIER desfila nos dois shows da Flying Solo colaborando com três designers, são eles:

Hiromi Hasai- roupas masculinas de tecidos de quimono japonês;

Camouflage – marca jovem street style com sede na Coréia do Sul;

Marina Micanovic – estilista sérvia, trabalha uma linguagem alfaiataria festa mais experimental.

VOLTA ATELIER empresta sua visão de moda no universo dos acessórios para compor a imagem dos shows.

Entre as peças VOLTA ATELIER que serão apresentadas nesta edição, estão as alças feitas com malhas de contas. Tais itens foram produzidos em parceria com a ONG ProReis de Nova Lima-MG, que presta auxílio a mulheres vítimas de violência doméstica e também a ex presidiárias.

A VOLTA ATELIER surgiu a partir do projeto de sourcing feito na China pela designer. Fernanda testemunhou as consequências alarmantes do fast fashion e o impacto do acúmulo de resíduos da indústria de acessórios. Assim, a startup foi concebida com o objetivo de produzir acessórios utilizando 100% de couro descartado por essa indústria.

Assim como o upcycling, desde o início a produção de cunho social era o foco da empresa. Em parceria com o Centro de Atendimento ao Migrante, de Caxias do Sul, foram treinadas refugiadas haitianas para fazer a produção das bolsas. O processo respeita o tempo e o cuidado necessários para a produção artesanal. As artesãs recebem kits de costura e podem trabalhar em casa, enquanto estão com suas famílias, obtendo uma fonte de renda.

Através do trabalho de uma distribuidora, a VOLTA ATELIER está agora presente em mais de 15 lojas nos Estados Unidos e também em Porto Rico. Atualmente está presente na plataforma de moda da Amazon Brasil, que é atualmente seu canal exclusivo de vendas em território nacional.

A VOLTA ATELIER foi selecionada pelo Green Product Award 2019, premiação que acontece na Alemanha (Berlim) e que homenageia os melhores produtos e serviços inovadores e sustentáveis no mercado internacional.

Sobre Fernanda Daudt

Designer de acessórios e consultora de moda, Fernanda é a fundadora da startup VOLTA ATELIER. Em seus mais de 15 anos de experiência no mercado, participou de projetos conceituais como Referências Brasileiras, da Assintecal, e Mix by Brazil, o Instituto by Brasil.

Foi, também, responsável pela articulação e organização da primeira vinda ao Brasil de Karen van Goedsenhoven, curadora do Museu de Moda da Antuérpia, Bélgica, que fez uma série de palestras sobre a construção da identidade nacional.

Uma das tônicas do trabalho de Fernanda foi a utilização de elementos de produção artesanal na confecção de acessórios e componentes, sendo que apresentou o painel “Designing the Development” no 3º Global Creative Industries Conference na Universidade de Hong Kong, em 2017

Por uiara andrade

COMUNIDADE DE COLUNISTAS

Para saber mais sobre o colunista da matéria, clique aqui.

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Veja os últimos posts