Mulheres são maioria entre gamers no Brasil

lol2

Elas compõem 53% do público gamer no país e estão cada vez mais se profissionalizando nos e-sports

A participação feminina no mundo dos esportes tem cada vez mais ganhado atenção, tanto de patrocinadores quanto da torcida, como pudemos notar nos últimos dias toda a emoção em torno das conquistas da seleção brasileira de futebol feminino. Seja no campo, na quadra, ou no comando de um controle de videogame, as mulheres vieram para ficar! Sim, o público feminino está cada vez mais presente no esporte como um todo, inclusive nos chamados e-sports.

De acordo com dados recentemente divulgados pela Pesquisa Games Brasil 2019, 53% do público gamer (termo usado para definir alguém que joga videogames) no país é formado por mulheres. Os dados foram angariados pela Sioux Group, Blend e ESPM. O relatório aponta que cerca de 37,7% dos gamers brasileiros têm entre 25 e 54 anos de idade, contrariando o senso comum de que todos os jogadores são adolescentes. Tendo as principais plataformas de uso os smartphones (83,5%), videogame (48,5%), notebook (42,6%), computador (42,4%) e tablet (19,6%).

Ainda de acordo com a pesquisa previamente citada, o público feminino tem uma preferência por PCs e videogames, mas dominam o consumo de jogos nos smartphones. Esse segmento denominado “Gamer Casual” costuma jogar até três vezes por semana em sessões de até 3 horas, onde 4 a cada 10 dessas jogadoras admitem que games são sua forma preferida de entretenimento e preferem baixar jogos gratuitos.

Para Anna Rytta, apresentadora do UP EXPO GAMES, a maior feira do segmento na região Centro Oeste, o universo criado pela cultura geek e gamer resultou em personagens, consoles e até mesmo uma profissionalização que têm chamado a atenção das mulheres. “O que vemos é que nós mulheres estamos cada vez mais ganhando espaços nos esportes onde antes predominavam somente os homens. Vimos agora recentemente no futebol, com a copa da seleção feminina, e o cenário de paixão e torcida não está sendo diferente nos e-sports! O público feminino vem se encantando cada vez mais com esse universo virtual e andam mandando muito bem”, pontua Anna que, desde 2018, compõe a organização do evento que terá sua segunda edição em Goiânia nos dias 6 e 7 de julho, no Centro Cultural Oscar Niemeyer.

O evento terá em sua programação uma verdadeira imersão no mundo dos jogos virtuais, como campeonatos de jogos eletrônicos, concurso de cosplay, arena arcade, museu de jogos – que terá em seu acervo consoles antigos até os mais atuais -, área kids, Just Dance, salas temáticas, palestras, e muito mais. As premiações serão tanto em brindes exclusivos como também, em algumas modalidades, em dinheiro onde os vencedores podem ganhar até 7 mil reais. Networking, profissionalização, interação e visibilidade são alguns dos principais motes defendidos pela organização. “Um evento deste porte abre muitas portas mundo afora pra quem realmente sonha em seguir essa carreira. A Up Expo Game é um espelho para muitos competidores serem vistos pelo público e investidores, fazerem networking e mostrarem os talentos nos jogos”, conclui Anna Rytta.

A Up Expo Game será realizada nos dias 6 e 7 de julho, em Goiânia. O local escolhido para receber a maior feira gamer do Centro-Oeste foi o Centro Cultural Oscar Niemeyer. Os ingressos para o evento já estão à venda e contam com diferentes benefícios. O ingresso comum dá acesso somente à feira, enquanto o ingresso VIP contém uma pulseira para identificação, entrada exclusiva e fila especial para acesso aos jogos, brinquedos e sessão de autógrafos. O ingresso premium tem todos os benefícios do VIP e um camarote especial na frente do palco principal para assistir as partidas.

Por Up Expo Game

Receba nossas novidades, assine nossa newsletter!

Especial Mulher

Slider