No mês do folclore, turismo cultural é destaque no calendário nacional de eventos

No mês do folclore, turismo cultural é destaque no calendário nacional de eventos

Com 250 opções registradas para o mês de agosto, o Calendário Nacional de Eventos do Ministério do Turismo é marcado por festivais que fortalecem o turismo local por meio da gastronomia, da cultura e dos negócios. 

No Norte do país, o 9º Festival do Folclore e do Carimbó, na Ilha de Marajó (PA), nos dias 24 e 25 deste mês, é uma das celebrações em homenagem ao Dia do Folclore Brasileiro, comemorado em 22 de agosto em todas as regiões do país. 

Em Minas Gerais, a Rota do Café realiza o São Lourenço Coffee Music, de 16 a 18 de agosto, com extenso cardápio gastronômico e shows de blues, jazz, moda de viola e MPB.

Ainda no segmento da gastronomia, a riqueza e diversidade da culinária catarinense estarão presentes na Praia do Rosa, em Santa Catarina, será mais uma vez cenário do Del Vino. O evento reúne diferentes tipos de vinhos, música e pratos com pacotes especiais de hospedagem durante o período. Em Paraty (RJ), de 15 a 18 de agosto, tem o 37ª Festival da Cachaça, Cultura e Sabores de Paraty e na cidade de Tiradentes (MG), entre os dias 24 de agosto e 1 de setembro, acontece o 22º Festival de Cultura e Gastronomia de Tiradentes. Os chefs mineiros serão as estrelas do evento.

Em Icapuí, litoral leste cearense, o 13º Festival da Lagosta, que ocorrerá entre os dias 16 a 18 de agosto, se consolidou como um dos principais eventos do calendário cultural e turístico do Ceará. 

Já o inverno continua sendo motivo de festivais neste mês de agosto nas regiões mais frias do país e até no Agreste Potiguar, que deverá atrair 50 mil visitantes de sexta a domingo para a 9ª edição do Festival de Inverno de Serra de São Bento (RN). O evento agrega cultura, gastronomia e artesanato num projeto de turismo sustentável e regionalização da atividade turística. O objetivo é melhorar a qualificação dos serviços oferecidos e ampliar os meios de hospedagem, contribuindo para o desenvolvimento local. Em Brasília (DF), por exemplo, ainda tem festa junina, de 9 a 11 de agosto. O Maior São João do Cerrado é uma celebração da cultura nordestina em pleno Planalto Central com a presença de grande público, além de comidas típicas, artesanato e música regional.

Na parte de turismo de negócios da região é a Fenasucro e Agrocana, em Sertãozinho, de 20 a 23 de agosto, com a presença dos principais representantes do setor de açúcar, etanol e bioenergia no país e de mais 43 países.

Por Ministério do Turismo

COMUNIDADE DE COLUNISTAS

Para saber mais sobre o colunista da matéria, clique aqui.

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Veja os últimos posts