Onde está James Bond na TV?

james-bond-atores

Um dos mais famosos espiões de todos os tempos, o agente 007, já teve grande sucesso na literatura, nas telas dos cinemas, e até mesmo inspirou milhares de itens ao redor do universo desse personagem. No entanto, até o momento não apareceu uma série de TV que tenha sido capaz de mostrar James Bond como o grande super espião que é, e não porque não tenha sido tentado antes

IMAGE SOURCE: Pixabay.com

A dificuldade de representar Bond na TV

Certamente, tem sido uma tarefa muito difícil transferir a personalidade de James Bond para a televisão, devido a todos os pontos que uma série deve cobrir para representar fielmente esse personagem. Entre eles, seriam as impressionantes habilidades de detetive de Bond que estão longe daquelas comumente encontradas em programas de sucesso da atualidade, como a série da cadena AXN chamada NCIS. Isso acontece principalmente porque Bond é um personagem que comumente trabalha sozinho e em segredo. Vale ressaltar que já houve várias séries de sucesso que giram seu enredo em torno de espiões, como exemplifica o site G1 com a série The Americans, mas estão longe do estilo e finesse que Bond tem para realizar seu trabalho.

Outro atributo da essência de Bond, seria a ação dentro dos cassinos, como no livro que o viu nascer, Casino Royale. Este ponto seria fundamental na criação de uma série de sucesso em torno de James Bond, já que graças a esse personagem, mais e mais pessoas estão familiarizadas com os jogos de cassino, e isso, contribuiu para o crescimento da popularidade de versões online como o Betway Cassino. Por fim, algo que também precisaria ser representado fielmente sobre a essência de James Bond, é seu estilo impecável de se vestir, sempre cheio de elegância, com smokings e peças atemporais que conforme apontado pelo site Gazeta do Povo, deixam Bond sempre vestido para matar.

007: Dos livros para a tela grande

Como mostra o site Terra, Ian Fleming é o homem por trás de Bond, já que ele deu vida ao personagem que até hoje conta com 25 filmes oficiais. Este jornalista e romancista inglês é lembrado a cada ano com especial fervor durante o mês do livro, devido à criação do personagem do espião James Bond em seus livros. Na verdade, Ian Fleming escreveu 12 livros sobre James Bond, bem como duas coleções de contos que funcionam como uma viagem ao mundo dos segredos, perseguições, glamour, cassinos e muita emoção desse super espião.

A primeira história criada em torno deste personagem, foi o romance Casino Royale, publicado em 1953, que se tornou um sucesso quase instantâneo. Após o sucesso do primeiro livro de James Bond, este teve uma adaptação de uma hora para a televisão americana, como um episódio da série chamada Climax!, da cadena CBS. Infelizmente, a primeira aparição de James Bond na TV não foi muito transcendente no seu tempo, principalmente pela dificuldade de representar o personagem e todas as qualidades que possui. Essa primeira tentativa foi seguida por vários roteiros para televisão e outras de desenvolver séries em torno do personagem, incluindo uma versão tropical chamada Commander Jamaica, ou as histórias que a empresa CBS pediu a Fleming para criar, as quais nunca chegaram à TV, mas se materializaram no Livro de 1960 ‘For your Eyes Only‘. Nenhuma das tentativas em vida de Fleming para levar Bond com toda a sua essência para a televisão foram bem-sucedidas, no entanto, as adaptações para o cinema tem sido as que prestaram um tributo muito melhor a esse espião. Nesse contexto, os filmes de James Bond são uma fonte frequente de análise em oficinas de cinema e crítica cinematográfica, devido aos múltiplos pontos de vista que diferentes atores, diretores e roteiristas deram às qualidades físicas e de personalidade que seu criador atribuiu ao agente 007. Embora a leitura não seja um hábito altamente cultivado em todo o mundo, felizmente já existem projetos que incentivam essa prática e demolem os mitos em torno dela, ajudando a trazer mais pessoas para histórias como as do agente 007. James Bond e os mais de 50 anos deste personagem nos cinemas, simplesmente não existiriam sem a inspiração do escritor britânico Ian Fleming

Embora as tentativas feitas até agora para trazer Bond à televisão não tenham sido muito bem-sucedidas, todo o universo que envolve esse personagem tem um grande potencial a ser explorado. Histórias sobre o passado de Bond antes de se tornar um espião maduro, o relacionamento com seu colega americano, o agente da CIA Felix Leiter, e até mesmo a história de ‘M’, a própria senhora chefe do MI6, são áreas de oportunidade para as produtoras de TV que quiseram aproveitar a enorme quantidade de fãs do agente 007.

Por Redação