Outubro Rosa para os pets

pet rosa

Outubro Rosa para os pets

Outubro Rosa para os pets: como prevenir tumores mamários em cães e gatos.

A campanha “Outubro Rosa”, que alerta sobre os perigos do câncer de mama e a importância da prevenção, não se limita somente aos humanos.

O tumor também é comum em pets. Apesar de ocorrer em machos, a doença é muito mais frequente nas fêmeas, pois, na maioria dos casos, está relacionada a disfunções ovarianas.

A produção de hormônios em excesso acaba estimulando o desenvolvimento mamário de forma desordenada, o que favorece a formação dos nódulos, alerta o veterinário Jorge Morais, fundador da rede Animal Place.

O desenvolvimento do câncer de mama também acontece por conta da presença de hormônios injetáveis utilizados para inibir o cio ou devido a má alimentação.

Uma dieta gordurosa provoca obesidade e os animais obesos têm maior risco de apresentarem a enfermidade.

É preciso se atentar aos hábitos alimentares e o valor nutricional do que é oferecido ao pet, complementa o especialista.

Para evitar que o câncer evolua para uma metástase, ou seja, o aparecimento do tumor em outras partes do corpo do animal, os donos devem castrar os pets, especialmente as fêmeas, ainda em fase juvenil.

Se por acaso isso não foi feito, a recomendação é realizar exames nas cadelas ou gatas frequentemente.

O teste é  semelhante ao autoexame que as mulheres fazem, basta palpar a região das mamas e, ao notar qualquer protuberância, procurar um médico veterinário o mais rápido possível.

E, caso algum tumor seja identificado é fundamental realizar um raio X do tórax o quanto antes, para eliminar a suspeita de metástase pulmonar, finaliza.

Por Redação

COMUNIDADE DE COLUNISTAS

Para saber mais sobre o colunista da matéria, clique aqui.

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Veja os últimos posts