Plataforma da M&A brasileira é a nova aposta para Investidores estrangeiros entrarem no Brasil

Plataforma da M&A brasileira é a nova aposta para Investidores estrangeiros entrarem no Brasil

A BEX (Brazilian Equities Exchange)acabou se tornando  referência para a entrada de investidores estrangeiros no Brasil.

São Paulo – Nada é tão atraente para um empreendedor quanto ajudar a resolver um problema. Fundada por um Programador, um analista e um Investidor, BEX se tornou referência   para investidores que estão em busca de empresas brasileiras. Em pleno aquecimento do mercado internacional de M&A, a BEX auxilia à empresários e investidores estrangeiros nahora de buscar ativos disponíveis para investimentos  no Brasil, fornecendo a solução perfeita para Investidores e Advisors de M&A.

O sucesso da empresa

Fundada por André Carvalho, Pablo  Gaudard e tendo como Principal Investidor o fundo BR Brazilian Investors ( Fundo Controlado pelo investidor Israel Lucas Góis) , a Startup veio se destacando no mercado de M&A. O rápido crescimento da BEX fez com que as maiores boutiques de M&A da América Latina se apressassem em ser associadas da plataforma, facilitando o acesso a Investidores  que querem entram na América Latina.

A relativa facilidade proporcionada pela plataforma nas transações de investimento também prometia um rápido crescimento e a conquista de credibilidade no mercado, ainda que a empresa tinha passado por um fusão há pouco tempo com a Equity Brazil Capital. O resultado é que a BEX conta, hoje, com mais de 2,450 advisors de M&A como membros associados.

O crescimento da empresa também atraiu inúmeros investidores em busca de um modo de investir no Brasil sem correr o risco de equivocar-se nas análises de ativos, que é ainda maior quando se trata de um investidor estrangeiro começando a entrar em novos mercados.

De fato, o sucesso da startup foi tão grande que os maiores fundos e investidores do mercado global passaram a utilizar a BEX, que alcançou um número de 5,356 Investidores cadastrados,entre fundos de Private Equity, Venture Capital, Grupos empresariais e  Investidores Qualificados.

A inovação da BEX, que pode explicar o seu surpreendente sucesso repentino, foi criar um ambiente em sua plataforma que reúne investidores estrangeiros com boutiques de M&A locais e empresas nacionais. Isso facilita em muito os primeiros contatos de investidores de fora, já que estes muitas vezes têm receios de entrar em um novo mercado por desconhecer a totalidade das opções e a situação local do país.

M&A no Mundo

O mercado mundial de M&A têm crescido bastante nos últimos anos. Em 2017, a atividade global de fusões e aquisições superou US$ 3 trilhões pelo quarto ano consecutivo, e a tendência é que o crescimento se mantenha, dado o caráter cada vez mais globalizado da economia mundial. Isso significa que cada vez mais investidores procurarão oportunidades fora de seu mercado local, e a mediação de boutiques locais de M&A, especialmente por meio da plataforma BEX, serão de suma importância para receber o capital estrangeiro.

Em novembro de 2017, a seguradora e rede de farmácias norte-americana CVS Health adquiriu por US$ 69 bilhões a seguradora de saúde Aetna. Mais recentemente, no dia 10 de dezembro de 2018, a operadora de GDS Travelport foi vendida às americanas Elliott Management e Siris Capital Group por mais de US$ 4 bilhões. Tudo indica que o comércio internacional na área de M&A continuará crescendo.

No Brasil

No Brasil, o mercado de fusões e aquisições não é menos promissor. Numa análise feita pela PwC Brasil, ficou claro que para o período até outubro de 2018, 538transações foram anunciadas no Brasil, representando um crescimento de 4% em relação ao mesmo período em 2017. O aquecimento da economia nacional pode significar ainda mais crescimento para a plataforma BEX.

Umas das aquisições no Brasil, realizada em outubro de2018, ainda que sem valores anunciados, foi a da companhia holandesa Vitol, que atua desde a refinaria até a distribuição de combustíveis, que realizou a compra minoritária de 50% da RodOil, distribuidora de combustíveis sediada no Rio Grande do Sul.

Outra transação foi a compra minoritária de 25% da editora Companhia das Letras pelo grupo norte-americano Penguim Random House,da alemã Bertelsmann. Como se vê, as transações de M&A não se restringem a um setor da economia, ainda que a área da Tecnologia da Informação concentrou 21%do total das transações no Brasil.

O único obstáculo que empresas brasileiras podem encontrar para atrair investimento externo é o receio de muitos empresários estrangeiros na hora de ingressar seus ativos no Brasil, por não conhecer o mercado local e além disso conhecer a complicada situação da corrupção no aparato governamental brasileiro. É aqui que entra o papel da BEX, como facilitadora dos contatos entre os investidores, as boutiques de M&A e as empresas brasileiras.

Oportunidades no futuro

No entanto, as oportunidades do mercado de M&Abrasileiro são tão boas, que talvez a situação complicada das instituições nacionais não seja um obstáculo tão grande como esperado.  O diretor da Duff & Phelps no Brasil,Alexandre Pierantoni, afirmou: “Neste ano, tivemos operações de aquisição no Brasil que ultrapassaram os US$ 14,5 bilhões. Transações como esta mostram que há espaço para bons negócios, mesmo em um ambiente político que ainda é volátil,”é o que acredita o diretor da empresa de serviços financeiros.

Neste contexto, boutiques de M&A devem estar preparadas para receber novos investidores do exterior, e a plataforma BEX poderá ganhar ainda mais importância como mediadora nestas transações. Até agora a plataforma já registra mais de 250operações na América Latina, e o panorama é de que o número continue a crescer.

COMUNIDADE DE COLUNISTAS

Para saber mais sobre o colunista da matéria, clique aqui.

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Veja os últimos posts

Gente ajudando Gente!

Gente ajudando Gente! Nesse momento o mais importante é a união. Muitos de nós estão passando por momentos difíceis (emocional, depressão e financeiro). Precisamos nos

Continuar Lendo »