Saiba como fazer um orçamento financeiro para o segundo semestre

Saiba Como Fazer Um Orçamento Financeiro Para o Segundo Semestre

Já estamos na metade do ano e esse é o momento chave para se organizar
financeiramente para o segundo semestre. Sabemos que nem sempre é fácil sobrar dinheiro no final do mês, por conta disso muitos brasileiros acabam adiando a realização dos seus sonhos, como trocar de carro ou fazer aquela tão desejada viagem, por exemplo.

Para que esse orçamento seja feito de maneira organizada, é importante definir quais sonhos deseja realizar no curto prazo (em até um ano), no médio prazo (entre um e 10 anos) e no longo prazo (após 10 anos). Após essa primeira etapa, veja quanto custa cada um desses objetivos e o quanto será necessário poupar por mês para realizar no período planejado.

“O orçamento deve servir como um instrumento balizador para que você possa regular a sua vida financeira. Ele pode e deve fazer parte do cotidiano das pessoas, servindo de ferramenta de consulta para verificar se tem ou não dinheiro para gastar naquele serviço ou produto”, afirma o doutor em educação financeira e presidente da DSOP Educação Financeira, Reinaldo Domingos. A maioria das pessoas sempre aprendeu a fazer dessa forma: Ganhos (-) Despesas = Lucro/Prejuízo.

Mas e os sonhos? O erro está justamente em não colocá-los na conta. A
orientação é organizar da seguinte forma: Ganhos (-) Sonhos (-) Despesas. Não é preciso esperar que sobre ou falte dinheiro para pensar nos sonhos, pelo contrário. O ideal é poupar para eles em primeiro lugar, priorizando os objetivos frente ao consumo.

Segundo Domingos, é preciso compreender de que forma está gastando o seu dinheiro para então começar a desenvolver o hábito de poupar para os sonhos. Para isso, um diagnóstico financeiro irá facilitar a reflexão sobre quais despesas podem ser reduzidas ou eliminadas. É indicado anotar durante 30 dias (se tiver renda fixa) ou 90 dias (renda variável) todos os gastos, incluindo os pequenos, como guloseimas e gorjetas.

Após fazer um diagnóstico da situação financeira, sonhar e orçar, será mais fácil poupar dinheiro e desenvolver o hábito de conquistar os sonhos a cada ano e por toda a vida. A orientação para quem é casado/a e tem filhos é envolver a família em todos os passos dessa mudança para organizar o orçamento financeiro de forma definitiva.