Seleções masculina e feminina – maior crescimento global entre as seleções de futebol nas redes sociais

Seleções masculina e feminina – maior crescimento global entre as seleções de futebol nas redes sociais

Após os maiores torneios de seleções de 2019, o IBOPE Repucom atualiza seu levantamento sobre o alcance digital das seleções de futebol e destaca o crescimento das bases digitais de Brasil, França, Argentina, Portugal e Inglaterra. As cinco seleções somaram, juntas desde abril, mais de 4 milhões de inscritos, o que representa mais de 50% do crescimento global entre as seleções de futebol nas redes sociais.

  • Seleção brasileira registra o maior crescimento e amplia vantagem na liderança global;
  • França mantém ritmo de crescimento e alcança o segundo maior resultado no período;
  • Argentina obtém terceiro maior crescimento e ultrapassa os 11 milhões de seguidores;
  • Quarto lugar em crescimento fica com Portugal, atual campeão da Nations League;
  • Inglaterra fecha o TOP5 crescimentos ao somar mais de meio milhão de inscritos;
  • Instagram é responsável por 70% das novas inscrições nos perfis das seleções.

O desempenho das seleções brasileiras de futebol tanto na Copa do Mundo Feminina quanto na Copa América impulsionou o crescimento de 1,3 milhão de inscritos nas contas oficiais da CBF. Tal feito levou a CBF a ultrapassar a marca inédita de 23 milhões de inscritos, além de ampliar a vantagem na liderança em relação ao México, segundo colocado, em mais de 2,7 milhões de seguidores.

Assim como em todas as seleções, o Instagram foi o principal motor de crescimento da CBF no período, com participação de 70% nas novas inscrições e liderando em volume de novos seguidores nesta plataforma. Importante ressaltar também o desenvolvimento da ‘CBF TV’, que foi o canal entre as seleções que mais cresceu no período, tanto em volume (cerca de 180 novos inscritos) quanto em variação (+33%), diminuindo a diferença para os canais das seleções da França e Inglaterra, donas dos maiores canais de seleções no YouTube com mais de 1 milhão de assinantes cada.

O título mundial de 2018 da França continua a gerar alto interesse pela federação francesa de futebol. Desde o último levantamento, foram mais de 830 mil novos inscritos, o segundo maior crescimento no período, ultrapassando os 18 milhões de seguidores. A seleção francesa liderou o crescimento no Twitter e obteve o segundo maior crescimento no Instagram, plataformas que concentram 87% dos novos inscritos nas contas oficiais da seleção francesa.

A Argentina, adversária do Brasil nas semifinais da Copa América deste ano, registrou o terceiro maior crescimento global ao agregar mais de 760 mil inscritos às contas oficiais da A.F.A. (Asociación del Fútbol Argentino). Portugal, atual campeão da UEFA Nations League, registrou o quarto maior crescimento global no período e a maior variação de crescimento (+9%) entre as 10 seleções melhores ranqueadas. A posição no ranking e os desempenhos de Portugal poderiam ser ainda melhores caso a FPF (Federação Portuguesa de Futebol) divulgasse o volume de inscritos de seu canal oficial no YouTube.

A seleção inglesa de futebol (F.A. – The Football Association) ficou com o quinto maior crescimento do período ao somar mais de meio milhão de seguidores. O Peru, finalista da Copa América de 2019 aparece na sequência como o sexto melhor desempenho ao somar mais de 380 mil inscritos. Já a Alemanha não parece ter resgatado o interesse na seleção nacional desde o último mundial. Com 97 mil novos inscritos a confederação alemã obteve apenas o 16º maior crescimento, o pior entre as dez maiores seleções do ranking e atrás de seleções como Turquia e Argélia.

José Colagrossi, diretor executivo do IBOPE Repucom, complementa: “O alto desempenho e a grandeza das conquistas das seleções de futebol são imediatamente convertidos em aumento de interesse dos torcedores e eleva o engajamento e a busca de mais conteúdo pelos atuais e novos seguidores. O desafio para as federações é atender à esta demanda com a oferta de conteúdos exclusivos e de qualidade, focando na criatividade e explorando experiências de hospitalidade com os fãs, mantendo um território atrativo aos patrocinadores e relevante para os fãs ao longo de toda a temporada”.

Confira o levantamento atual abaixo:

COMUNIDADE DE COLUNISTAS

Para saber mais sobre o colunista da matéria, clique aqui.

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Veja os últimos posts