O dia 1

11
Sobre o dia 1º de janeiro - Ano Novo

O dia 1 é como qualquer outro dia. Amanhece igual, tem trânsito igual. A pessoa na rádio fala do tempo igual, exceto se para ela também é o dia 1.

O dia 1 é dramático, é ansioso, vem carregado de um nervosismo-mudo-eufórico, que por mais que a gente tente evitar depois de tantos e tantos dias 1, sempre será igual. O dia 1. Quantas vezes me deparei com eles? Quantas vezes incentivei meus filhos a enfrentá-los sabendo lá no fundo da alma que o medo os consumia tanto quanto a mim? O dia 1 não escolhe idade, nem cor e nem sexo… É 1 para todos. E acabou.

Mas não para a Cristina, claro! Para a Cris, a espanholita cheia de personalidade que a vida me deu o privilégio de conhecer, o dia 1 é um verdadeiro ato de bravura. Me lembro claramente de chegar ainda sonolenta naquele – sei lá qual dia da semana – e me deparar com aquela menina esperta e cheia de vida se apresentando: “hola, soy Cris y es mi primer día”. Tomei um susto na hora. Eu não sabia quem ela era, o que ela faria ali, nem tão pouco que começaria algo novo.

Corri para acomodá-la o melhor possível e ligar para os meus chefes na matriz da agência, em outro ponto da Espanha, para saber o que fazer com a garota. Pouco tempo descobri que ela seria minha estagiária. E não sei se pela simpatia dela ou pela empatia imediata, tratei de fazer do seu dia 1 o mais leve e comum possível. E assim foram nos dias 2, 3 e todos os outros, até que meses depois eu resolvi voltar ao Brasil e encarar o meu próprio dia 1 aqui.

Por sorte, Deus me abençoa enormemente e esse dia 1 em uma nova agência veio rápido. E dessa vez, não foi como os outros. Cheguei como a Cris. Fiz amigos rápido como ela. Me senti desde o dia 1 como se fosse o dia 365 – ou mais. Estamos encarando nesse momento um novo ano. Já não é dia um, mas será o momento 1 dos meus filhos na nova escola, de muita gente em seus novos empregos, em suas novas etapas de vida.

Meu conselho? Sejam como a Cris: não tenham medo do desconhecido. O dia 1, no final das contas, é todos os dias das nossas vidas. É cada manhã que abrimos os olhos e não sabemos o que virá pela frente por mais que tentemos planejar e controlar o futuro. E feliz dia 1 todos os dias para cada um de nós. 

Artigo anteriorOs líderes estrangeiros que vão estar na posse
Próximo artigoAno-Novo, Confraternização e Dia Mundial da Paz
Redactora sénior con más de 15 años de experiencia en el desarrollo de campañas publicitarias integradas, planificación publicitaria y marketing estratégico; desarrollo de conceptos y posicionamiento de marca; redacción técnica y corporativa para diferentes sectores; organización y producción de contenido impreso y audiovisual; creación de guias para TV y web. León de plata en el Festival de Cannes y Wave Festival, ambos en la categoría outdoor.