Sono picado é tão prejudicial à saúde quanto não dormir?

Sono picado é tão prejudicial à saúde quanto não dormir?

Manter uma rotina de sono adequada e eficiente para conquistar o tão almejado descanso é uma tarefa quase impossível para muita gente. Para compensar esse repouso perdido, entra em cena o sono picado, aquele que ocorre nos intervalos das ações diárias, como no caminho para o trabalho.

De acordo com o otorrinolaringologista e especialista em medicina do sono do Hospital Edmundo Vasconcelos, Fernando Oto Balieiro, esse costume, classificado como padrão polifásico, por ser composto por períodos de sono curtos e distribuídos ao longo do dia, não é aconselhável. Isso porque, a rotina pode interferir no fluxo de alguns hormônios.

“O sono é composto por ciclos que duram em média 1h30 e, quando não são concluídos por conta deste hábito, é possível que comprometa a secreção de hormônios que ocorrem durante o sono, como o hormônio do crescimento e o cortisol. Muitas vezes isso implica em sonolência, ganho ponderal de peso e irritabilidade”, complementa o especialista.

Além dessa interferência, esses cochilos não são reparadores e podem deixar o sono noturno desregulado dependendo da sua extensão. O otorrinolaringologista alerta, portanto, para o tempo dessa soneca. “É importante ressaltar que mesmo que não haja um padrão, esses cochilos nunca devem passar de 40 minutos”.

Para uma vida saudável, Balieiro esclarece que a quantidade de sono é algo individual. “O recomendado de 8 horas diárias foi estabelecido a partir de uma média populacional, mas há quem precise de 4 a 6 horas sem prejuízos à saúde, assim como outras que necessitam de 10 a 12 horas”, finaliza.

HOSPITAL EDMUNDO VASCONCELOS

Localizado ao lado do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o Hospital Edmundo Vasconcelos atua em mais de 50 especialidades e conta com cerca de 1.000 médicos. Realiza aproximadamente 12 mil procedimentos cirúrgicos, 13 mil internações, 230 mil consultas ambulatoriais, 145 mil atendimentos de Pronto-Socorro e 1,45 milhão de exames por ano. Dentre os selos e certificações obtidos pela instituição, destaca-se a Acreditação Hospitalar Nível 3 – Excelência em Gestão, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) e o primeiro lugar no Prêmio Melhores Empresas para Trabalhar Saúde – Hospitais, conquistado em 2017. 

Rua Borges Lagoa, 1.450 – Vila Clementino, Zona Sul de São Paulo. 
Tel. (11) 5080-4000

COMUNIDADE DE COLUNISTAS

Para saber mais sobre o colunista da matéria, clique aqui.

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Veja os últimos posts

Gente ajudando Gente!

Gente ajudando Gente! Nesse momento o mais importante é a união. Muitos de nós estão passando por momentos difíceis (emocional, depressão e financeiro). Precisamos nos

Continuar Lendo »