Yoandy Leal vive momento especial na carreira e ganha parabéns da torcida

367797_903544_yl_

Jogador completou 31 anos neste sábado (31) e jogou contra a Argentina em amistoso

O atacante Yoandy Leal viveu um dos momentos mais especiais de sua carreira neste sábado (31), em Campinas (SP), durante a série de amistosos de preparação para o Sul-Americano de Vôlei contra a Argentina.

Completando 31 anos na data, o jogador cubano naturalizado brasileiro entrou em quadra pela seleção brasileira no fim do quarto set, após ser ovacionado pelo público no Ginásio do Taquaral. Leal fez o ponto decisivo da vitória por por 3 a 1, parciais de 23/25, 25/17, 25/23 e 27/25.

O jogador foi poupado durante a partida, mas os torcedores campineiros pediram sua entrada em alto e bom som. O Brasil venceu três dos quatro amistosos contra os argentinos. ”Um dia muito feliz pra mim e o Renan ainda me colou pra fechar o jogo. Estou muito feliz”.

Minutos antes do início do jogo, Yoandy Leal ganhou um ‘parabéns pra você’ no ginásio.”Foi um momento muito especial e que vou recordar para sempre. Um orgulho poder defender o Brasil no vôlei, um país com tanta tradição olímpica na modalidade”, comemorou Leal, que joga com a 9.

Yoandy Leal foi convocado pela primeira vez para a seleção brasileira em 2019 e logo se tornou um dos principais pontuadores da equipe, que ficou com o quarto lugar da Liga das Nações, com direito a melhor campanha da fase de classificação.

O Brasil também garantiu vaga olímpica em Tóquio 2020 após vencer o pré-olímpico em Varna, na Bulgária, contra os donos da casa.

”Sou muito grato em ter essa oportunidade trabalhar com o Leal. Ele é um cara que soube vestir a camiseta da seleção brasileira! Soube se adaptar rapidamente à equipe, não só dentro de quadra, mas no vestiário”, disse o técnico Renan Dal Zotto. ”Desejo parabéns ao Leal por mais um ano de vida”.

O levantador e capitão Bruninho Resende é companheiro de Leal no Civitanova, atual campeão italiano e da Champions League. O atleta destacou o coração do amigo. ”É um cara especial, de coração incrível e que merece toda a felicidade do mundo. Que essa nossa amizade possa durar para sempre”.

A seleção brasileira masculina de vôlei ainda tem outros dois compromissos nesta temporada: o Campeonato Sul-Americano, em setembro, no Chile, e a Copa do Mundo, em outubro, no Japão.

O cubano naturalizado brasileiro foi campeão em 2019 da Champions League, um dos torneios mais difíceis do mundo, com o time do Civitanova da Itália. 

Por Katarine Monteiro