Yoandy Leal vive momento especial na sua carreira

volei

Yoandy Leal vive momento especial na sua carreira

Jogador completou 31 anos neste sábado (31) e jogou contra a Argentina em amistoso

O atacante Yoandy Leal viveu um dos momentos mais especiais de sua carreira neste sábado (31), em Campinas (SP), durante a série de amistosos de preparação para o Sul-Americano de Vôlei contra a Argentina.

Completando 31 anos na data, o jogador cubano naturalizado brasileiro entrou em quadra pela seleção brasileira no fim do quarto set, após ser ovacionado pelo público no Ginásio do Taquaral. Leal fez o ponto decisivo da vitória por por 3 a 1, parciais de 23/25, 25/17, 25/23 e 27/25.

O jogador foi poupado durante a partida, mas os torcedores campineiros pediram sua entrada em alto e bom som. O Brasil venceu três dos quatro amistosos contra os argentinos. ”Um dia muito feliz pra mim e o Renan ainda me colou pra fechar o jogo. Estou muito feliz”.

Minutos antes do início do jogo, Yoandy Leal ganhou um ‘parabéns pra você’ no ginásio.”Foi um momento muito especial e que vou recordar para sempre. Um orgulho poder defender o Brasil no vôlei, um país com tanta tradição olímpica na modalidade”, comemorou Leal, que joga com a 9.

Yoandy Leal foi convocado pela primeira vez para a seleção brasileira em 2019 e logo se tornou um dos principais pontuadores da equipe, que ficou com o quarto lugar da Liga das Nações, com direito a melhor campanha da fase de classificação.

O Brasil também garantiu vaga olímpica em Tóquio 2020 após vencer o pré-olímpico em Varna, na Bulgária, contra os donos da casa.

”Sou muito grato em ter essa oportunidade trabalhar com o Leal. Ele é um cara que soube vestir a camiseta da seleção brasileira! Soube se adaptar rapidamente à equipe, não só dentro de quadra, mas no vestiário”, disse o técnico Renan Dal Zotto. ”Desejo parabéns ao Leal por mais um ano de vida”.

O levantador e capitão Bruninho Resende é companheiro de Leal no Civitanova, atual campeão italiano e da Champions League. O atleta destacou o coração do amigo. ”É um cara especial, de coração incrível e que merece toda a felicidade do mundo. Que essa nossa amizade possa durar para sempre”.

A seleção brasileira masculina de vôlei ainda tem outros dois compromissos nesta temporada: o Campeonato Sul-Americano, em setembro, no Chile, e a Copa do Mundo, em outubro, no Japão.

O cubano naturalizado brasileiro foi campeão em 2019 da Champions League, um dos torneios mais difíceis do mundo, com o time do Civitanova da Itália. 

Por Katarine Monteiro

COMUNIDADE DE COLUNISTAS

Para saber mais sobre o colunista da matéria, clique aqui.

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Veja os últimos posts