Ouvir Pausar

Bebidas quentes consideradas gatilhos para câncer de esôfago

Além do câncer, essa alta temperatura pode provocar outras lesões, como na mucosa da boca e faringe.

Bebidas quentes  consideradas gatilhos para câncer de esôfago
Banco de Imagens: Unsplash

Não só as bebidas alcoólicas geram impactos prejudiciais ao organismo, a temperatura de alguns líquidos considerados até então inofensivos, também pode desencadear consequências extremamente graves.

O consumo assíduo de chás quentes, por exemplo, pode aumentar o risco de câncer de esôfago. Foi o que constatou um estudo feito em Golestan, no nordeste do Irã e publicado no Internacional Journal of Cancer.

De acordo com esse estudo, pessoas que consumiam quase um litro de chá quente por dia, em uma temperatura acima dos 60 graus apresentaram um aumento de 90% de chances de desenvolveram o câncer no esôfago. Este estudo abrangeu mais de 50 mil pessoas.

Apesar de a análise ter sido feito com consumidores de chá, especialistas alertam que o risco do câncer no esôfago não está relacionado apenas a essa bebida. Qualquer líquido ingerido de forma contínua em temperatura acima dos 60 graus C já pode prejudicar à saúde.

Além do câncer, essa alta temperatura pode provocar outras lesões, como na mucosa da boca e faringe.

Acompanhe-nos no Instagram:

https://www.instagram.com/revistanovafamilia