Ouvir Pausar

Periodontite, o que é e como prevenir

Periodontite, o que é e como prevenir

Diversas doenças podem prejudicar a saúde bucal, principalmente quando as pessoas não têm os devidos cuidados com a higiene da cavidade. Uma dessas doenças é a periodontite, uma condição bastante incômoda e que deve ser evitada.

Se você perguntar para o dentista do seu convenio odontologico sobre as doenças bucais, certamente ele te alertará sobre a periodontite.

Apesar de ser uma doença comum, ela pode ser facilmente evitada, e é importante que isso aconteça, pois as consequências desse problema podem ser bastante alarmantes.

Neste artigo explicaremos tudo sobre a periodontite, o que é, as principais causas, tratamentos e a importância de você ter um acompanhamento odontológico de qualidade para evitar essa e outras doenças bucais.

O que é a periodontite?

Caso você nunca tenha ouvido falar de periodontite, nem mesmo dentro de um odonto empresarial, é preciso primeiramente explicar o que é essa doença.

A gengivite, por exemplo, é uma doença comum que atinge a região da gengiva, inflamando e causando dores e incômodos.

A periodontite seria como um agravamento da gengivite, quando a inflamação não é devidamente cuidada.

Assim, quando uma pessoa possui essa inflamação na gengiva e não realiza os devidos tratamentos, a infecção se espalha, podendo atingir o osso e o ligamento periodontal. 

É justamente por atingir esse ligamento, o periodonto, que a doença recebe esse nome e demanda atenção

Causas

Assim como as causas da gengivite, a periodontite surge principalmente por conta de uma má higiene bucal. 

Quando as pessoas não estão atentas com as recomendações dos dentistas de seu plano odontologico empresarial, a prática adequada de escovação e não cuidam devidamente da saúde bucal, com os tratamentos necessários, elas estão suscetíveis a essas e outras infecções na boca.

Normalmente, a causa da periodontite se dá por outros problemas na boca, que se não tratados podem transportar as bactérias para a parte da gengiva e causar essa doença. 

Conheça alguns desses problemas e complicações:

  • Formação da placa bacteriana;
  • Surgimento de cáries;
  • Uso excessivo de remédios;
  • Tabagismo;
  • Excesso de tártaro

Sintomas

Os sintomas mais comuns da periodontite são identificados na gengivite, como o sangramento, mas com maior intensidade, justamente por afetar áreas importantes de sustentação dos dentes. 

No entanto, eles também podem “desaparecer” e ainda sim prejudicarem a cavidade, por isso é necessário o acompanhamento profissional.

Por esse motivo, se você apresentar os sintomas que mostraremos a seguir, é importante procurar uma consulta dentro de um convenio odontologico empresarial ou seu dentista de confiança para maiores informações e tratamentos. 

São os principais indícios de inflamação:

  • Vermelhidão das gengivas;
  • Sangramento das gengivas;
  • Inchaços ou retração na gengiva;
  • Dentes moles.

Consequências

Por ser uma doença relativamente séria, que atinge a região que dá suporte e sustentação para os dentes, as consequências da periodontite podem ser graves.

Entre os principais problemas que ela pode gerar para as pessoas é a perda dos dentes, justamente por afetar o ligamento do periodonto e por atingir a parte óssea dos dentes.

Tratamentos

Caso você perceba os sintomas, é  melhor buscar seu plano odontológico ou plano odontologico para MEI

Isso porque essa é uma doença que não apresenta cura, mas existem tratamentos para controlar e evitar problemas maiores. 

Assim, é importante entender que os dentistas apresentaram um perfil de tratamento, que pode passar até por três fases, dependendo da gravidade do quadro, sendo elas: raspagem, cirurgia e terapia de suporte.

Na primeira, os dentistas utilizam a técnica de raspagem na região afetada, eliminando o acúmulo de tártaro na arcada dentária atingida. 

Além disso, essa ação é importante para a descontaminação, por meio da remoção de toxinas que são prejudiciais para o periodonto. 

Em casos mais sérios, em que o acúmulo de tártaro atingiu níveis alarmantes, pode ser necessário um procedimento cirúrgico para tratar a região afetada.

Essa cirurgia é feita para retirar esse acúmulo em excesso, permitindo que seja feita uma raspagem controlada. 

A última fase é auxiliar e de acompanhamento. Após as atividades cirúrgicas e de raspagem, uma terapia de suporte pode ser necessária para acompanhar a região do periodonto, evitando que esse problema volte a aparecer com a mesma seriedade que antes. 

Acompanhamento

Como vimos, essa é uma doença que pode trazer sérias consequências para a boca das pessoas, causando, inclusive, a perda de toda a arcada dentária. 

Entretanto, é uma doença que pode ser facilmente evitada, bastando ter uma higiene bucal de qualidade e evitar práticas indevidas, como o tabagismo.

Para complementar, é fundamental ter um acompanhamento odontológico de qualidade. 

Além de recomendações, práticas saudáveis e dicas de higiene bucal, os dentistas podem realizar vistorias, limpezas, recomendar tratamentos e efetuar procedimentos de correção, caso seja necessário.

Dessa maneira, as chances de doenças, como a periodontite, surgirem, são menores, bem como suas complicações. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Networkflow, especializada em materiais para network, empreendedorismo e dicas para a saúde e qualidade de vida.